porto velho - ro, 19 Julho 2019 08:36:55

Léo Ladeia

coluna

Publicado: 11/06/2019 às 14h44min

A- A+

Erros da Lava Jato devem ser levados ao conhecimento público

“Tanto eram robustas que nove julgadores em três instâncias diferentes concordaram com a robustez das provas e condenaram o..

“Tanto eram robustas que nove julgadores em três instâncias diferentes concordaram com a robustez das provas e condenaram o ex-presidente Lula.” – Deltan Dallagnol sobre as dúvidas citadas pelo Intercept.

1-Mais uma escaramuça

Para quem acompanha o terceiro turno eleitoral 2018 pintou outra novidade: a Vaza Jato! Já surgiram a Damares, o laranjal do PSL, Queiroz, Flávio, Olavo, Moro, Mourão, Maduro, Israel, Tchutchuka x Tigrão e até o prefeito de New York. O que fazer para liquidar Bolsonaro? Se nem facada deu certo, que tal voltar ao passado, no Power Point do Dallagnol e bater no ministro Moro já que o Guedes, como se sabe é mais duro que beira de sino. A ação busca chancelar a narrativa da perseguição política.  

2-Narrativa caolha

Vamos combinar o seguinte: erros que tenham acontecido na Operação Lava Jato devem ser levados ao conhecimento público. Um deles foi a exposição do telefonema de Dilma e Lula no episódio “tchau querida”. Se outros existiram e devem ter ocorrido, que venham a público. Contudo o que saiu até agora foram recortes de conversas via aplicativos obtidas com a violação do sigilo de pessoas físicas, ainda que no exercício de função pública e que a visão caolha de alguns não consegue enxergar como crime para justificar o outro não provado, com a intenção direta de obstruir a ação da justiça.                

3-Vaza Jato

Os diálogos do Intercept referem-se a mensagens privadas e de grupos da força-tarefa pelo app Telegram entre 2015 a 2018. A PF crê que os hackers atacaram os celulares de integrantes da Lava Jato de forma orquestrada e com um padrão. Hackers teriam acessado o Telegram após a realização de telefonemas para o celular que seria alvo e na sequencia numa espécie de clonagem, roubaram os dados sem acesso físico. Vixi.

4-E a previdência hein…

O pessoal da inteligência vê com desconfiança o furto e divulgação de conversas, em aplicativo de mensagens, entre Moro e procuradores da Lava Jato e desconfiados se perguntam “a quem o de roubo e divulgação de conversas beneficia?” e entendem que para travar a reforma da Previdência até algum procurador que esteja contra reforma pode ter vazado as mensagens para gerar crise política. Aliás, uma crise quase resulta em impeachment do Temer na mesma fase em que se acha a reforma da Previdência.

5-Sobre cavaletes e cavalos

O pátio descoberto, escadaria precária, sem facilidade de acesso à área de embarque da “rodoviária de avião” de Porto Velho acabava induzindo os usuários a estacionarem em qualquer outro lugar e “digrátis”. Um “cabeça gorda” então teve a ideia de obstruir o lado esquerdo da área de embarque e desembarque e piorou o que á era ruim. Claro que é possível se resolver de outra forma, mas pensar muito dá até dor de cabeça  

leoladeia@hotmail.com


Escreva um comentário

sobre Léo Ladeia

Leo Ladeia é baiano de Itororó, torcedor do Bahia ou um pau rodado que apoitou por aqui. Começou como radialista na Rádio Vitória Régia aos 55 anos. Apresentou o programa Lendas do Rock na rádio Parecis. Na SIC TV como aqui no Gente de Opinião Léo Ladeia fez de tudo. Astronauta, boy, pintor, poeta e pedreiro. Mutante, gosta de experimentar e de desafios, atualmente Ladeia está trabalhando no Rede TV Rondônia, canal 17,do Sistema Gurgacz de Comunicação.

Arquivos de colunas