Porto Velho/RO, 07 Dezembro 2019 05:18:48
    Diário da Amazônia

    Escritora rondoniense apresenta O Boto da Amazônia nesta sexta

    O livro “O boto da Amazônia”, de Izabel Cristina será lançado pela Autografia Editora, na Bienal Rio, nesta sexta-feira (6), no..

    A-A+

    Publicado: 05/09/2019 às 17h05min


    O livro “O boto da Amazônia”, de Izabel Cristina será lançado pela Autografia Editora, na Bienal Rio, nesta sexta-feira (6), no pavilhão Verde, Rua 32.

    A proposta do livro é de sensibilizar sobre a educação ambiental iniciando desde a infância, mostrando a importância dos rios e das matas – promovendo o patrimônio natural do Rio Madeira, do micro ao macro cósmico protegendo e garantindo o futuro de todos.

    “A ideia de produzir um livro foi desde a minha chegada, nos anos 90, em Porto Velho, pois sempre fui apaixonada pelo Rio Madeira e pelos Botos, e quando lecionava no Centro Educacional Gilberto Mendes de Azevedo SESI, já fazia com meus alunos trabalhos referentes a riqueza, o patrimônio natural do Rio Madeira, onde fiz um mural para fotografá-los e mostrar aos alunos incentivando-os sobre o valor patrimonial e o pertencimento de cada cidadão pelo nossa riqueza natural”.

    Izabel Cristina declara: “Escrever esta obra é simplesmente fantástico! Para mim os botos é uma paixão e tenho como objetivo incentivar e promover o maior patrimônio natural do Rio Madeira e que está na Lei Orgânica do Município de Porto Velho”.

    Ela ressalta: “Também quero deixar aqui minha gratidão a empresa que patrocinou parte da obra, o Centro Educacional Cora Coralina onde tem uma comunidade escolar de 600 alunos e com mais de 30 anos de tradição em Porto Velho, não esquecendo que tive um grande apoio da Prefeitura de Porto Velho/Secretaria Municipal de Educação de Porto Velho (SEMED).

    Educação Ambiental

    O Projeto do Boto Tucuxi vai à Escola, iniciou em 2017 na Escola Bom Jesus onde levei o personagem para interagir com as crianças e falar da preservação dos botos promovendo uma consciência ambiental e que devemos ser exemplo não jogando resíduos nas ruas, vias públicas e que os resíduos devem ser destinados para coleta e para as cooperativas, onde serão transformados em novos produtos e é com esta iniciativa que queremos deixar um legado sobre a Educação Ambiental nas escolas desde a infância pois, em nossas visitas as crianças além de vivenciarem o personagem, realizam desenhos e pinturas com mais de 20 escolas na rede municipal e em escolas privadas.

    Autora

    Izabel Cristina da Silva é natural de Fagundes, na Paraíba. Radicada em Porto Velho – Rondônia, desde 1990. Pesquisadora, Defensora da Floresta, Mobilizadora Social e Cultural. Tem Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); Especialização em Política, Estratégia e Soberania sobre a Amazônia pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RO), Analista Ambiental pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR-UNESC). Técnica na Secretaria Municipal de Educação de Porto Velho. Coordena eventos científicos e culturais no Estado de Rondônia. (Por Josy Gomes Murta, da Redação do Conexão Boas Notícias).



    Deixe o seu comentário