porto velho - ro, 08 Novembro 2019 08:00:26
    Variedades

    Especial da Globo alfineta Bolsonaro, Xuxa e Miriam Leitão

    O ano de 2018 ficou marcado, entre outras coisas, pelas eleições presidenciais. Por isso, o tema não ficou de fora do especial da Globo,..

    Por RD1
    A-A+

    Publicado: 21/12/2018 às 10h58min | Atualizado 21/12/2018 às 11h06min

    “A Gente Riu Assim”, da Globo, fez piada com os momentos políticos de 2018

    O ano de 2018 ficou marcado, entre outras coisas, pelas eleições presidenciais. Por isso, o tema não ficou de fora do especial da Globo, exibido nesta quinta-feira (20), “A Gente Riu Assim”. A política ganhou esquetes e o programa comandado por Marcelo Adnet e Dani Calabresa alfinetou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e lembrou do momento em que Miriam Leitão sofreu com o ao vivo na GloboNews.

    O especial de fim de ano fez referências à Ditadura Militar após um cliente comprar uma água (a “Bolsonácqua”) e um dos garçons afirmou: “Cuidado com o que você bebe. Beba Bolsonácqua e mate sua sede de passado”. Os outros garçons, então, afundavam o rapaz num balde cheio de água.

    Bolsonaro também recebeu uma imitação de Adnet. “Gostaria de agradecer ao povo honrado de Deus, agradecer também aos criadores do kit gay e da mamadeira com bico disso daí e os meus adversários que me ajudaram fortemente com essa questão da minha vitória nisso daí. Gostaria de avisar que sou a favor de uma imprensa livre para falar bem de mim. Vou varrer do país os redatores com tendência ideológica nisso daí e criarei os programas de humor sem partido. Não vamos perder, jamais, o foco nisso daí e vamos recuperar a imagem internacional do país. Prometo governar para todos. É verdade esse bilhete“, afirmou o imitador.

    Em outro momento, uma esquete brincou com os julgamentos pelos quais o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou. Um personagem tomou uma bebida chamada de “Luiz in Ice Tea”, com o slogan “refresca tudo, menos a sua memória”, e disse que já não tinha mais preocupações. “Preocupado com o sítio?”, questionou um amigo. “Que sítio? Eu não tenho sítio”, respondeu ele. “E a casa de praia?”, perguntou o outro. “Nunca tive casa de praia”, disparou o protagonista da cena.

    Os ex-candidatos à presidência Geraldo Alckmin, Ciro Gomes, Marina Silva, Cabo Daciolo e Fernando Haddad também foram alvo. Inclusive, um funk mostrou, de forma inusitada, os políticos durante o período eleitoral.

    Em alguns momentos, Adnet lembrou da cena em que Miriam Leitão precisou repetir as falas da direção – o caso aconteceu durante sabatina na GloboNews com Bolsonaro – e acabou discursando de forma inusitada, pausadamente.

    Outros assuntos

    O especial da Globo também destacou o incêndio do Museu Nacional. “Perdemos Luzia, mas ela voltou. Uma coisa meio Beto Falcão”, disparou Calabresa, antes de uma paródia com comercial do Magazine Luzia. “Queima total do Magazine Luzia, o Brasil ficou maluco. São mais de 20 milhões de itens em liquidação. História do Brasil? Queima tudo. Móveis de Dom Pedro? Queima tudo. Ossos de dinossauros? Queima tudo. Não está fácil para ninguém”, brincou.

    Xuxa Meneghel também foi citada, quando Dani Calabresa cantou: “Tudo que quiser, o cara lá de cima vai te dar, te dar coragem que puder”. Seu companheiro de cena cortou momento e mandou um recado. “Um comunicado da direção informa que não é importante falar de ex-funcionários que saíram”, afirmou ele. “Mas é a rainha”, rebateu ela.

    Houve, também, bordoadas no presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e no ministro do Superior Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Na cena, o magistrado foi protagonista de um merchan: “Arroz Tio Gilmar, bem soltinho”.



    Deixe o seu comentário