Porto Velho/RO, 12 Junho 2021 14:24:37
Geral

Estátua da Liberdade vai ganhar uma “irmã mais nova”

A França irá enviar uma segunda Estátua da Liberdade para os Estados Unidos

Por ZAP
A- A+

Publicado: 10/06/2021 às 17h09min | Atualizado 10/06/2021 às 17h22min

A França irá enviar uma segunda Estátua da Liberdade para os Estados Unidos. A iniciativa deve marcar o Dia da Independência do país norte-americano, comemorado em 4 de julho. De acordo com a CNN, a segunda Estátua da Liberdade, já apelidada de “irmã mais nova”, é feita de bronze e tem apenas uma fração do tamanho da original, que pode ser visitada na Ilha da Liberdade, em Nova York.

Na segunda-feira (7), durante uma cerimônia especial, a nova estátua foi içada e colocada em um contentor, no Museu de Artes e Ofícios em Paris, local onde estava instalada desde 2011. A “irmã mais nova”, que pesa mais de 450 quilos e tem quase três metros de altura, será erguida na Ilha Ellis, bem perto da ilha onde se encontra a estátua original, e ficará lá de 1 a 5 de julho.

“A estátua simboliza a liberdade e a luz em todo o mundo. Queremos enviar uma mensagem muito simples: a nossa amizade com os Estados Unidos é muito importante, particularmente neste momento. Temos que conservar e defender a nossa amizade“, disse Olivier Faron, administrador geral do Museu de Artes e Ofícios, citado pela CNN.

A réplica tem o mesmo design neoclássico da “irmã mais velha”, que representa a deusa romana Libertas e chega aos 50 metros de altura no topo de um pedestal. Também está imbuída de simbolismo: tem a coroa com sete pontas, que representam os raios do sol que se estendem para o mundo; uma pequena tabuleta com a data da independência da América em numeração romana; e as correntes e algemas quebradas no seu pé esquerdo, que representam a abolição da escravidão nos Estados Unidos.

A data da cerimônia também foi simbólica, uma vez que aconteceu logo após o 77º aniversário do Dia D, ocorrido durante a 2ª Guerra Mundial. Na ocasião, soldados norte-americanos e outros aliados desembarcaram em solo francês, em 1944, marcando o início da libertação da Europa Ocidental da ocupação nazista.

Vale lembrar que a icônica Estátua da Liberdade, que chegou à cidade de Nova York em 1886, também teve como objetivo fortalecer a amizade franco-americana, numa época em que Paris e Washington se distanciavam lentamente, lembrou o historiador francês André Kaspi durante o evento.

Agora, a “irmã” também já tem viagem marcada para terras norte-americanas e deve seguir os passos da estátua original. Segundo a CNN, a réplica irá embarcar no dia 19 de junho na cidade portuária de Le Havre. Se tudo ocorrer como o planejado, chega à Nova York no primeiro dia de julho.

Depois de uma breve passagem pela Ilha Ellis, o destino final será Washington, capital dos Estados Unidos, onde ficará durante uma década em exibição na residência do embaixador francês. (ZAP)



Deixe o seu comentário