porto velho - ro, 21 Julho 2019 07:08:25
Capital

Frota do transporte público passa por manutenção

Os trabalhadores decidiram retornar às atividades na sexta-feira (1), em Porto Velho, após 11 dias de paralisação

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 05/02/2019 às 09h32min | Atualizado 05/02/2019 às 09h56min

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sitetuperon), Francinei Oliveira, 80 ônibus estão circulando desde a manhã de ontem (4), em Porto Velho. Porém, a frota não está operando 100% devido a empresa Amazônia Transportes Fretamento e Turismo Ltda (Amazontur), atual responsável pela administração do transporte na capital, estar fazendo um levantamento da situação da frota.

“A empresa já está fazendo o levantamento da situação dos ônibus, que são da mesma frota que estava circulando, e estão recuperando os carros que ficaram bastante danificados pela outra gestão. Na sexta-feira e sábado passados, 70 carros circularam na capital e, hoje, saíram 80, e os demais estão em manutenção”, contou Francinei.

Os trabalhadores decidiram retornar às atividades na sexta-feira (1), em Porto Velho, após 11 dias de paralisação no transporte público em virtude da greve realizada pela categoria com o objetivo de reivindicar os atrasos no repasse de benefícios como cesta básica de alimentos, vale-alimentação, auxílio-saúde e salário. Os trabalhadores fizeram um novo contrato com a empresa Amazontur para continuarem trabalhando com a frota, mas concordaram em continuar com rescisão indireta ajuizada contra o Consórcio com o objetivo de garantir seus direitos.

A prefeitura tem um prazo de 30 dias, a contar do dia 1° de fevereiro, para providenciar a abertura do processo de licitação para a contratação da nova empresa. A prefeitura ficará sob pena de multa caso não seja acatado a decisão judicial. A justiça também determinou que a empresa Amazontur assuma como gestora do transporte coletivo por um prazo de 30 dias.



Escreva um comentário