Porto Velho/RO, 10 Junho 2020 15:34:48
Geral

Governo de Rondônia anuncia auxílio de R$ 200 para 48 mil famílias

O benefício contempla pessoas que já estão cadastradas no banco de dados do Bolsa Família no estado

Por Redação Diário da Amazônia
A-A+

Publicado: 10/06/2020 às 15h34min

Em torno de 48 mil famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica em Rondônia terão o complemento na renda no valor de R$ 200 mensais, garantidos pelo governo do Estado pelo Programa de Transferência de Renda Temporária (AmpaRO). Coordenado pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), a medida trata-se da transferência de renda temporária aos beneficiários devidamente habilitados, ou seja, serão três parcelas disponibilizadas diretamente ao favorecido. A medida foi detalhada pela secretária Luana Rocha, durante coletiva de imprensa realizada no final da tarde de terça-feira (9). Ao lado do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, a secretária deixou claro que todo o procedimento terá início a partir de segunda-feira, dia 15, com cadastro inicial que estará disponível no site do governo do Estado (http://www.rondonia.ro.gov.br/seas) e será aberto o programa AmpaRO. As informações serão analisadas e, somente após aprovação, os recursos financeiros serão liberados.

Ao deixar claro que nesse primeiro momento as pessoas assistidas acessarão o programa disponibilizado e habilitar o cadastro, a secretária informou que a data para o início para a habilitação será dia 15 deste mês. Segundo Luana Rocha, o benefício contempla pessoas que já estão cadastradas no banco de dados do Bolsa Família com renda mínima de até R$ 89 per capita. Ela também destacou que o programa foi todo montado de forma virtual, sem a necessidade de haver aglomerações nas agências. De acordo com a secretária Luana Roha, a medida é aplicada pelo governo do Estado e apenas serão disponibilizados os bancos de dados do Bolsa Família. “Os que são atendidos pelo programa devem habilitar o nome que já se encontra no banco de dados. A partir do momento que a pessoas se habilitam e todo o procedimento estiver concluído, será posteriormente anunciada a data que os recursos estarão disponíveis”, esclareceu Luana, acrescentando que após o anúncio da data essas pessoas acessarão o aplicativo da Caixa Econômica Federal para poder receber os seus recursos. “A partir do momento que o aplicativo for acessado, será gerado um QRCODE para que os beneficiários possam receber os recursos”, detalhou a secretária, que também enalteceu os deputados estaduais que aprovaram o projeto do Executivo Estadual encaminhado para a Assembleia Legislativa.

A medida é mais uma das ações desenvolvidas pelo governo do Estado visando o enfrentamento do impacto causado pelo coronavírus, com intuito de amparar famílias que não apresentam meios de manter-se, tencionando assegurar o atendimento às necessidades básicas, bem como garantindo a proteção social à sociedade que se encontra em situações difíceis em consequência da pandemia, que tem causado sofrimento em vários países e a cada dia cresce no estado de Rondônia. Os recursos utilizados para a complementação são provenientes do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza  (Fecoep), voltado ao financiamento de políticas.

O benefício vai atender famílias em situação de extrema pobreza com renda per capita familiar de até R$ 89,00 beneficiárias do Programa Federal Bolsa Família em Rondônia, que estejam nesta condição na folha de pagamento até o mês de abril de 2020. O total estimado de famílias que se enquadram no perfil do programa e poderão ser contempladas é de 48 mil famílias em todo o Estado, beneficiando mais de 192 mil pessoas atendidas pelo programa do governo do Estado.

Com informações da Secom/RO



Deixe o seu comentário