Porto Velho/RO, 26 Junho 2020 13:11:17
Política

Governo de Rondônia escondeu hospital com 52 leitos para justificar compra do Regina Pacis, denuncia Léo Moraes

O deputado federal Léo Moraes, líder do Podemos no Congresso, denunciou na noite desta quinta-feira que o governo de Rondônia escondeu..

A-A+

Publicado: 26/06/2020 às 08h32min | Atualizado 26/06/2020 às 13h11min

O deputado federal Léo Moraes, líder do Podemos no Congresso, denunciou na noite desta quinta-feira que o governo de Rondônia escondeu um hospital completo no bairro Mariana em Porto Velho com 52 leitos, farmácia completa, equipamentos de proteção individual que nunca foi usado.

O parlamentar gravou um vídeo no local, mostrando o hospital. Para o deputado o governo escondeu propositalmente o hospital para justificar a compra da maternidade Regina Pacis, por R$ 12 milhões. O Regina Pacis foi entregue ontem, após mais de 60 dias de reformas.

Leia também: Governo esclarece situação de hospital parado na zona Leste após denúncia

O local encontrado pelo deputado foi reformado e ampliado com ajuda de empresas. O prédio está fechado e tem apenas um funcionário no local. Veja o vídeo e indigne-se.

Deputados governistas e aliados, tentaram justificar, alegando que o Estado não tinha médicos para atuar no CERO, mas, se não existiam médicos para o CERO, porque eles estão disponíveis para trabalhar na Regina Pacis? A compra da maternidade foi feita após uma tentativa fracassada do governo em alugar o hospital Prontocordis, por um período de 3 meses ao custo de mais de R$ 9 milhões.

O CERO, mais a ala do Hospital de Base que está praticamente acabada, mais a locação de uma ala do Hospital do Amor, seriam mais que suficientes para atender a população. A compra do Regina Pacis se mostra cada vez mais desnecessária, e tenham certeza, alguém lucrou, e muito com essa transação.

Este Portal Diário da Amazônia solicitou informações à assessoria do governo estadual, mas até o momento não obteve resposta.

(Blog do Painel)



Deixe o seu comentário