Porto Velho/RO, 07 Dezembro 2019 01:56:18
    Política

    Grupo é preso por aplicar golpe de R$ 500 mil em universidade

    Mensalidades dos acadêmicos da instituição de ensino eram pagas por meio de cartões de crédito clonados

    A-A+

    Publicado: 11/10/2019 às 16h37min

    Adriana Saraiva Salgado, 34 anos; Ayrton Freire Salgado, 25 anos; Fernando Fernandes de Oliveira, 40 anos; Levino Souza Evangelista Filho, 34 anos; e Giovanna Costa Perdigão, 25 anos, foram presos durante a operação “Clonazione” por suspeita de aplicar golpes de estelionato em universidade de Manaus. A empresa teve prejuízo de cerca de R$ 500 mil.

    Conforme o delegado Adriano Felix, titular do 8° Distrito Integrado de Polícia (DIP), nesta sexta-feira (11), o grupo pagava as mensalidades dos acadêmicos da universidade, por meio de cartões de crédito clonados. Todos foram presos na última quinta-feira (10).

    O delegado contou que as investigações iniciaram em maio quando a quadrilha aplicou um golpe de R$ 200 mil em uma loja de eletroeletrônicos. Eles usavam cartões de crédito clonados que vinham de São Paulo. O valor pago por cada cartão era de R$ 250.

    Segundo o delegado, eles atuavam em diversas áreas com as fraudes. A principal fonte de renda era o crime contra instituições de ensino. O prometido era dar descontos nas mensalidades da universidade que variam entre R$ 100 e R$ 200. Os alunos pagavam para a quadrilha que prometia saldar as dívidas. Mas os pagamentos eram feitos com cartões clonados, que a princípio eram confirmados, mas os bancos descobriram a fraude e informavam a instituição de ensino.

    A polícia investigou o caso e chegou até os envolvidos na fraude. Foram expedidos mandados de prisão preventiva no nome de 6 pessoas. Uma mulher foi liberada, pois não estava envolvida diretamente no caso. Eles vão permanecer no 8° DIP até que a justiça decida o que fazer.

    Fonte: Acrítica



    Deixe o seu comentário