Porto Velho/RO, 07 Dezembro 2019 05:55:44

    SilvioSantos

    coluna

    Publicado: 02/09/2019 às 09h49min | Atualizado 02/09/2019 às 11h23min

    A-A+

    Há muito tempo não víamos tanta gente no Calçadão Manelão

    Há muito tempo não víamos o Calçadão Manelão receber tanta gente, como na noite de sexta feira 30, durante as homenagens ao Ernesto..

    Há muito tempo não víamos o Calçadão Manelão receber tanta gente, como na noite de sexta feira 30, durante as homenagens ao Ernesto Melo o Poeta da Cidade.

    **********

    O “Velho” merecia e mereceu as homenagens que aconteceram em dose tripla.

    *********

    De inicio, a Escola de Samba Acadêmicos da Zona Leste, queria apenas apoio para realizar mais um “Biografando o Samba”, Projeto criado pela escola que valoriza compositores locais, como já aconteceu com a obra do Toninho Tavernard.

    *********

    Ao buscar apoio junto a Funcultural de Porto Velho solicitando estrutura de palco, som e iluminação, ganhou a realização de mais um Programa “Tributo ao Menestrel” desta feita Ernesto Melo. E mais:

    *********

    O Projeto da Funcultural da direito ao homenageado, escolher um artista nacional para se apresentar durante a sua homenagem. Consultado, Ernesto Melo escolheu o sambistas compositor carioca (guanabarino) Moacyr Luz de quem é fã de carteirinha.

    **********

    Por outro lado, atendendo a propositura do vereador Allan Queiroz, a Câmara de Porto Velho aprovou em maioria absoluta a homenagem com a entrega do Título de Amigo da Cultura de Porto Velho ao poeta compositor e cantor Ernesto Melo.

    **********

    A solenidade aconteceu no palco montado no Calçadão Manelão. Não é todo dia que a Câmara de Vereadores sai de suas acomodações no prédio do Pedacinho de Chão e realiza uma seção extraordinária especial. Só o “Velho” Ernesto conseguiu esse privilégio. Valeu Allan Queiroz.

    **********

    A produção do evento ficou apreensiva, pois no final da tarde de sexta feira, a cidade foi tomada por uma chuva torrencial, a famosa chuva de verão, que vem acompanhada de ventania, relâmpagos e trovões. Ainda bem que passou logo e deu tempo de preparar o Calçadão para receber o maravilhoso público que foi também homenagear o Ernesto Melo.

    **********

    Em vários momentos, flagramos o Poeta disfarçadamente, enxugando lágrimas. “Não é fácil”. Inclusive, no momento da entrega da comenda “Amigo da Cultura de Porto Velho” no palco, a fotografa Ana Célia clicou as lágrimas de emoção que rolavam pelo rosto do Ernesto.

    **********

    Apesar da presença de muitos sambistas, Ernesto lamentou a ausência de amigos e parceiros como o Bainha e o Mávilo Melo. Principalmente do Mávilo que além de ser parceiro musical é seu primo. “Silvinho eles não vão se apresentar”? perguntou, realmente chateado com as ausências.

    *********

    Outra coisa. A Federação das Escolas de Samba – FESEC não se fez representar no evento de sua filiada Acadêmicos da Zona Leste, nenhum diretor da entidade marcou presença como seu representante.

    *********

    Nenhuma escola de samba se fez representar na festa da coirmã. Foi falta de consideração e em especial, de união entre as entidades carnavalescas de Porto Velho.

    *********

    No segmento Cultura Popular – Folclore, os eventos promovidos pelas quadrilhas e bois bumbá são prestigiados pelas coirmãs. Vai num evento promovido por qualquer grupo de quadrilha junina ou boi bumbá pra ver se os demais grupos não estão lá.

    **********

    E olha que a disputa entre os grupos e Bois Bumbás é mais acirrada que a das escolas de samba e mesmo assim, os “Contrários” prestigiam as festas dos adversários.

    *********

    Na festa em homenagem ao Ernesto Melo promovida pela Escola de Samba Acadêmicos da Zona Leste nenhuma escola filiadas a FESEC se fez representar. Nem mesmo a Asfaltão que é “Madrinha” da Zona Leste marcou presença. É muita falta de consideração para com a sua Afilhada.

    *********

    Quem tem uma “madrinha” dessa, é melhor morrer pagão!

    *********

    Mesmo com as escolas de samba não prestigiando a Acadêmicos da Zona Leste. A festa para o Ernesto Melo superlotou o Calçadão Manelão. Valeu Zona Leste.


    Deixe o seu comentário

    sobre Silvio Santos

    Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

    Arquivos de colunas