Porto Velho/RO, 20 Setembro 2021 15:37:13
Geral

Homem descobre ‘mensagem’ de ‘boneca assassina’ após mudar de casa

Nas paredes de uma casa em Liverpool, na Inglaterra, uma boneca de pano e uma carta escrita à mão foram encontradas – “obrigado por me liber

A-A+

Publicado: 20/09/2021 às 15h36min | Atualizado 20/09/2021 às 15h37min

Foto: Liverpool Echo/Reprodução

Nas paredes de uma casa em Liverpool, na Inglaterra, uma boneca de pano e uma carta escrita à mão foram encontradas – “obrigado por me libertar”, diz parte do texto, que narra como “Emily”, nome dado ao brinquedo, teria assassinado os antigos donos do local, que eram deveras barulhentos, em 1961.

O papel foi encontrado pelo professor britânico Jonathan Lewis, de 32 anos, que se mudou para a cara, no bairro de Walton, na última sexta-feira (17). Durante uma pequena reforma, o homem percebeu que havia um cabo solto, que não parecia ter qualquer ligação com o local onde estava instalado, e tentou descobrir o motivo de ele estar lá.

A busca levou à boneca e ao texto, que estavam abaixo de uma escada, em um espaço anteriormente coberto. “Meus donos originais viviam nesta casa em 1961. Eu não gostava deles, então eles tinham de ir. Tudo o que faziam era cantar e serem felizes. Deixava-me doente. Esfaqueá-los foi a minha escolha para a morte, então espero que você tenha facas. Durma bem”, narra a mensagem.

Em entrevista ao jornal local “Liverpool Echo”, Lewis contou que, apesar de assustador, não acredita que haja algo sobrenatural ocorrendo. A casa, informou a ele um agente estadual quando primeiro lhe apresentou o imóvel, não é mais antiga do que quatro ou cinco anos. Não há qualquer evidência, inclusive, que aponte para que a boneca ou a folha de papel, que parece ter sido arrancada de um caderno, tenham a idade descrita.

“Acredito que tenha sido uma brincadeira. Alguns amigos me disseram para sair desta casa, mas eu achei engraçado, fascinante. O papel não parece ser muito antigo, com certeza foi colocado ali (recentemente)”, disse o professor na entrevista, com bom humor e sem qualquer medo de que Emily seja um grande problema em sua nova casa.(O Tempo)



Deixe o seu comentário