Porto Velho/RO, 20 Fevereiro 2021 10:10:59
Diário da Amazônia

Idealizadora do Movimento Agro Mulheres Rondônia morre vítima da Covid-19 em Ji-Paraná

Beatriz Rosa tinha 30 anos e foi uma das organizadoras do 1º Café com Conteúdo Agro Mulheres, que aconteceu em Ariquemes.

Por Redação Diário da Amazônia
A-A+

Publicado: 20/02/2021 às 10h10min

Uma das idealizadoras do Movimento Agro Mulheres Rondônia, Beatriz Rosa, morreu na última quinta-feira (18), vítima da Covid-19 em Ji-Paraná (RO).

Beatriz era contadora e tinha 30 anos. Ela foi uma das organizadoras do 1º Café com Conteúdo Agro Mulheres, que aconteceu em Ariquemes (RO) e reuniu mais de 150 mulheres que trabalham no agronegócio.

Beatriz era uma das idealizadoras do Movimento Agro Mulheres Rondônia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A coordenação do Movimento Agro Mulheres Rondônia emitiu nota oficial nas redes sociais, lamentando a perda da contadora.

“É com muita dor no coração que comunicamos que nossa querida Bia, uma das idealizadoras do Agro Mulheres Rondônia, acaba de nos deixar. Essa guerreira, alegre, de coração grande cumpriu sua missão e enfrentou sua última batalha. Além de saudades, deixa um legado para o Agro de Rondônia. Agradecemos todo apoio. As orações continuam sendo bem-vindas, para que ela fique em paz, assim como sejam confortados e amparados amigos e familiares”.

Renata Silva, voluntária do Agro Mulheres Rondônia, escreveu “Beatriz deixa um legado. Sua motivação e determinação continuam sendo inspiração para o grupo, que segue firme em prol das agro mulheres de Rondônia”.

Movimento Agro Mulheres Rondônia

O Movimento Agro Mulheres Rondônia é uma rede formada por voluntárias que estão envolvidas em toda a cadeia do agro no estado. É sem fins lucrativos e sem vínculos políticos, partidários, institucionais ou com empresas privadas.

A ideia é conectar mulheres para promover trocas de experiências e conhecimento, inspirar, gerar oportunidades, fortalecer a atuação por meio de treinamentos, aprendizados e informações, buscar a equidade e o reconhecimento, dar visibilidade à atuação das mulheres e representá-las nas mais distintas instâncias.

Surgiu em 2019 com a Beatriz Rosa, e a produtora rural, Antonielly Rottoli. Atualmente, mais de duas mil mulheres fazem parte das redes sociais do Agro Mulheres Rondônia.



Deixe o seu comentário