porto velho - ro, 26 Setembro 2019 16:51:42
    Educação

    IFRO reunirá acadêmicos para discutir Programa Future-se

    O evento é aberto a toda a população.

    A-A+

    Publicado: 26/09/2019 às 16h51min

    (Foto: Divulgação)

    (Foto: Divulgação)

    Na próxima terça-feira (1º de outubro), a comunidade acadêmica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) se reunirá para discutir questões centrais do Programa Future-se, com foco nas implicações sobre a gestão e funcionamento dos Institutos Federais. O evento é aberto a toda a população.

    Os debates estão previstos para ocorrer em um ou dois momentos durante o dia 1º, conforme a programação dos Campi Ariquemes, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Jaru, Cacoal, Vilhena, Colorado do Oeste, Porto Velho Zona Norte, Porto Velho Calama (incluindo a Reitoria). A mesa diretiva será composta por representantes da Reitoria, da Direção-Geral do respectivo campus, do Sindicato Nacional dos Servidores de Educação, Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) e dos alunos.

    Um representante da Reitoria, em cada unidade, fará a apresentação do Programa Future-se explicando os temas a serem discutidos em seis blocos: 1) Fundamentações; 2) Gestão, Governança e Empreendedorismo; 3) Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Internacionalização; 4) Fundo da Autonomia Financeira; 5) Disposições Finais e Transitórias; e 6) Riscos. A cada eixo temático apresentado, haverá espaço para questionamentos e esclarecimentos.

    “É necessário que os representantes da comunidade, os alunos, os técnicos, os professores e todos os gestores estejam cientes do que é o Programa, quais são os benefícios colocados, mas também quais são os riscos que a instituição correrá com a adesão ao Future-se. O objetivo é apresentar e esclarecer alguns pontos para iniciar a discussão”, explica o Reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite.

    Uberlando destaca que, a partir deste evento, é esperado que os campi continuem a discussão junto à comunidade interna, “[…] porque quando for oficializado o documento, o IFRO vai chamar uma nova discussão, desta vez já com a proposta oficializada e colocando de fato qual é o nosso posicionamento, o que consideramos positivo e principalmente os riscos que o Programa apresenta, para que o Conselho Superior do IFRO possa se manifestar”.

    Fonte: gov.br



    Escreva um comentário