Porto Velho/RO, 11 Janeiro 2021 08:53:21

DaniConstantino

coluna

Publicado: 11/01/2021 às 08h53min

A-A+

Importância da ortografia na escrita

A “arte de escrever corretamente as palavras de uma língua”, eis a definição de Ortografia, dada por Coelho Neto (2002), em seu..

A “arte de escrever corretamente as palavras de uma língua”, eis a definição de Ortografia, dada por Coelho Neto (2002), em seu estudo sobre a dificuldade na competência da apropriação do sistema ortográfico.  Etimologicamente, o termo é formado pelos elementos gregos “orto” e “grafia” que significam, respectivamente, direito (exato) e ação de escrever domínio da ortografia.

Entre regras, regularidades e irregularidades, a ortografia surgiu como forma de facilitar a comunicação escrita, delimitando as regras de acentuação gráfica das palavras, o uso correto das letras na escrita dos vocábulos, etc. Sendo assim, sua existência acaba assegurando que o idioma, a língua, não sofra mudanças drásticas dentro do próprio país.

Nesse viés, entende-se a ortografia como a ação de escrever direito, de forma correta, padronizada, o que demanda muito estudo e esforço. Aprender a escrever é um processo contínuo, praticando e dominando a ortografia de nossa língua, temos uma forma comum de escrever cada palavra. Portanto, quando conhecemos as regras de ortografia e praticamos, acabamos percebendo que escrever corretamente, fica mais fácil. 

Desta forma, é possível afirmar que conhecer e ter habilidade com as regras que regem a ortografia de nossa língua significa ter maior probabilidade de proficiência na modalidade escrita.

Considerando as constantes mudanças na língua, nos deparamos em 2016 com Acordo Ortográfico de 1990 que passou a entrar em vigor no Brasil. As principais alterações aconteceram na maneira como algumas palavras são acentuadas e no emprego do hífen. Muitos brasileiros já conhecem as alterações, mas ainda estão se adequando às novas regras na prática.

Dentre o universo da Ortografia, estudamos sobre a Letra e alfabeto; Notações lexicais (acento agudo, grave e circunflexo, trema, apóstrofo, hífen); Regras de acentuação; Separação silábica; Ditongos; Regras de utilização de determinados vocábulos, como “mas” ou “mais”, “onde” ou “aonde” e Regras de utilização das letras, como as particularidades por trás do emprego de H, X, Y, Z, CH, SS, entre outras.

Para que se tenha êxito nos objetivos da produção textual, como a interação entre o produtor do texto e o seu receptor, deve-se construir um todo significativo, com os elementos que estabeleçam ligação entre as partes, isto é, que confiram coesão ao que se quer transmitir ao escrever e a ortografia é essencial nesse ponto.

Algumas dicas são úteis para melhorar a ortografia, como: Desabilitar o corretor ortográfico na hora da escrita no meio digital; Listar as palavras que geram dúvida com frequência; Estudar as regras da nova ortografia, dar atenção aos acentos e escrever no mínimo, dois textos por semana.

São ações que visam desenvolver novas capacidades acerca da apropriação do sistema ortográfico, que, consequentemente, pode melhorar a prática da escrita e reduzir a dificuldade na competência ortográfica, interagindo com a língua e respeitando toda sua a sua multiplicidade textual.


Deixe o seu comentário

sobre Dani Constantino

Jornalista e professora de Língua Portuguesa, mestre em Letras pela Universidade Federal de Rondônia - Unir. Atualmente é redatora da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia – Seduc/RO. Atuou como jornalista do Departamento de Estradas de Rondônia (DER). Desempenhou a função de jornalista na função de gestora de redes sociais da assessoria de comunicação da Seduc/RO. Desenvolve pesquisas na área da Análise de Discurso (AD), em Estudos de Processos Discursivos.