porto velho - ro, 20 Setembro 2019 21:41:16
    Diário da Amazônia

    Informações passadas sobre agroquímicos devem ser claras

    A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu na segunda-feira, 5, que as informações sobre liberação de registro de..

    Por Agência Safras
    A-A+

    Publicado: 05/08/2019 às 15h17min

    A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, faz balanço sobre a missão oficial brasileira que visitou quatro países asiáticos (Japão, China, Vietnã e Indonésia) de 9 a 20 de maio. Foto: Ministério da Agricultura

    A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu na segunda-feira, 5, que as informações sobre liberação de registro de agroquímicos seja feita de maneira clara para a população.

    “O marco regulatório foi algo não só do Ministério da Agricultura, a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] vinha estudando uma maneira de colocar os produtos nos mesmos parâmetros internacionais”, disse.

    Segundo a ministra, o objetivo da medida é modernizar a agricultura, trazendo novas moléculas. Além disso, a principal mudança foi em relação à celeridade de registro dos produtos.

    “O Brasil está muito atrasado. Quase todos os países do mundo que nós temos dados já usam os produtos (liberados) e quando não usam é porque não precisam”, afirma.

    “Nem sempre a gente vê a mídia entendendo isso. Não podemos passar para a população uma desinformação, como era no passado. Tem informação mal colocada que precisa ser feita de maneira séria para [a população] saber que consomem produtos seguros”, diz.



    Escreva um comentário