Porto Velho/RO, 26 Agosto 2020 10:08:12

CarlosSperança

coluna

Publicado: 26/08/2020 às 10h07min

A-A+

Jogada de Cassol e expedito na Capital é lançar vários candidatos e ver o que dá

Clareira iluminada Os insinceros não têm cura e sucumbem pelas consequências da falsidade, mas os vegetarianos, veganos e outros grupos..

Clareira iluminada

Os insinceros não têm cura e sucumbem pelas consequências da falsidade, mas os vegetarianos, veganos e outros grupos sinceros que se preocupam com as relações entre pecuária e desmatamento passaram a ter desde neste ano um instrumento de apoio para a redução de seus temores.

Para ajudar nos ataques midiáticos dos insinceros aos agropecuaristas, havia um cipoal de leis, normas, portarias e papéis que conflitavam ou dificultavam a tarefa de comprovar uma produção de carne não originada de terras desmatadas da Amazônia, ocupadas ilegalmente ou geridas por neoescravistas.

Agora, em benefício dos diversos setores que atuam ou se relacionam com as cadeias de carnes, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) criou um instrumento que vai facilitar a vida de todos: produtores, fiscalização, frigoríficos, varejistas e consumidores.

O recentemente elaborado Protocolo de Monitoramento de Fornecedores de Gado é a contribuição mais recente do Imaflora para abrir uma clareira iluminada no cipoal escuro das regras que se empilhavam, trombavam ou criavam dúvidas.

Haverá menos pressão e barulho por parte dos setores antes ancorados nas ações fora da lei de clandestinos e invasores de terra que maculavam este setor de tanta importância para o esforço exportador brasileiro. Viva a sinceridade!

…………………………………………………………………….

Jogo de raposas

Na corrida maluca que se tornou a disputa pela prefeitura de Porto Velho, os caciques Ivo Cassol (PP) e Expedito Junior (PSDB) que já adotaram as mais diversas estratégias nos pleitos dos últimos anos, algumas bem-sucedidas, diga-se de passagem, outras nem tanto, já teriam conversado sobre as eleições na capital. A jogada seria lançar vários candidatos e ao longo da campanha constatar quem será mais bem-sucedido – e então na reta final apostar suas fichas.

A escalação

Nestas articulações, quando for conveniente até vão fingir que estarão rompidos –isto já ocorreu em eleições anteriores, não é novidade – mas dentro das conveniências políticas ambos pulam cirandinha. Os nomes escalados são: Thiago Tessari (PSD), Cristiane Lopes (PP), Lindomar Garçom (Republicanos). Poderá sair mais um nome do PSDB, ainda não escolhido por enquanto cotadfo para ser vice de Tessari. Quem estiver melhor nas paradas, ao final terá as bênçãos da dupla de raposas.

A rapinagem

A Advocacia Geral da União –CGU sorteou mais 60 municípios brasileiros para fiscalizar a aplicação dos recursos federais no País em 2020, sendo deles 10 na Amazônia, e um em Rondônia. Como é de conhecimento geral, de cada 10 municípios fiscalizados, quase todos são flagrados com pendências. Em Rondônia foi sorteado o município de Campo Novo de Rondônia, no Vale do Jamari, onde tenho quase certeza que o prefeito atual no mínimo vai tomar um puxão de orelhas. O DNA dos alcaides em geral é de rapinagem.

Um abacaxizal

O próximo prefeito da capital terá um abacaxizal inteiro para descascar.  Desde que o município de Porto Velho naufragou no Índice de Desafios da Gestão Municipal-IDGM ficou entre as 26 capitais brasileiras na modesta 24ª posição, acima apenas de Belém e Macapá. O que afundou nossa amada e idolatrada capital foi o saneamento básico, os quesitos de abastecimento de água encanada e principalmente do esgoto sanitário, que como é de conhecimento geral padecemos horrores, com menos de 4 por cento de cobertura domiciliar.

As propostas

Ramon Cajui (PT), Ruy Mota (PDT), Leonel Bertolin (PTB), Fabricio Jurado (DEM), Samuel Costa (PC do B) são os primeiros pré-candidatos á prefeitura de Porto Velho a apesentar propostas para os próximos quatro anos. No entanto, ninguém ainda possui um plano de governo. Ainda não existe algum projeto inovador, mas temas como a nova rodoviária, implantação e ampliação das redes de água e esgoto, aterro sanitário, regularização fundiária, combate as alagações, mobilidade urbana, plano diretor serão assuntos dominantes na campanha 2020.

Via Direta

*** O consagrado apresentador Marcelo Bennesby, astro da Rede TV, pendurou as chuteiras e desistiu da carreira política*** Deverá apoiar nesta eleição de 2020, para vereador, seu colega Rosinaldo Guedes, do PDT, que já está correndo trecho *** O LGTB prepara vários candidatos para disputar a vereança na capital. O PC do B já lançou uma porção deles *** O ex-vereador Sidney Órleans está de volta a disputa de um cargo na Câmara de Vereadores de Porto Velho *** Aumentou o número de mulheres disputando cargos eletivos em Rondônia. Muitas pugnando prefeituras importantes do estado, como em Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena*** O hábito dos condomínios de luxo pegou forte em Porto Velho, alguns como é o caso do Ecovile na estrada da penal disputado a dentadas *** Ao lado, o Verona também está fazendo bonito. Mas no horário de pico o bicho pega quanto a mobilidade, com baitas congestionamentos.

 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas