porto velho - ro, 11 Dezembro 2018 12:20:56
Polícia

Julgamento de acusado de esquartejar de professor inicia hoje

Elessandro Milan morreu esquartejado na noite do dia 19 de março de 2016, em um condomínio no bairro Teixeirão.

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 11/10/2018 às 10h34min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Foto: Assessoria

O julgamento de Ériton Fábio Coelho Macedo, acusado de esquartejar o professor Elessandro Milan, teve início às 8h desta quinta-feira (11), no 1º Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho. Elessandro Milan morreu esquartejado na noite do dia 19 de março de 2016, em um condomínio no bairro Teixeirão.

Segundo a sentença de pronúncia, o réu cometeu o crime mediante tortura. Além de esfaquear a vítima, perfurou os olhos, decapitou, esquartejou e ocultou o corpo de Alessandro. Em interrogatório, ele confessou o crime em detalhes.

O CRIME

O professor universitário Elessandro Milan, de 34 anos, foi encontrado sem a cabeça e os braços, na noite do dia 19 de março de 2016, em um condomínio localizado na Avenida Calama, zona Leste de Porto Velho.

Testemunhas, viram um táxi saindo do local na noite anterior, quinta-feira (18), horário que a polícia supõe ter ocorrido o assassinato.

Segundo a polícia, o crime ocorreu na sala da casa e o corpo foi arrastado até a cozinha, onde o assassino, ou assassinos, decepou os membros e colocou numa bacia.

Segundo as primeiras informações, a cabeça do professor teria sido encontrada numa estante e os braços na bacia. O restante do corpo estava na cozinha da casa.

De acordo com a polícia, Elessandro foi visto pela última vez na quinta-feira, no condomínio, por uma vizinha, a mesma que, sexta-feira, desconfiada ao ver o carro do professor na garagem. A mulher foi até o apartamento e, ao encontrar marcas de sangue, acionou a diarista que abriu a porta e achou o corpo. Um homem chegou a ser visto dentro do carro, mas não conseguiu sair do local com o veículo.



Escreva um comentário