Porto Velho/RO, 21 Abril 2021 12:54:29

Dani Constantino

coluna

Publicado: 18/01/2021 às 09h58min

A- A+

Leitura e escrita em tempos de pandemia

A pandemia mudou a rotina de vida de todos e a adoção de medidas preventivas para conter o avanço da doença, tem gerado grande impacto...

A pandemia mudou a rotina de vida de todos e a adoção de medidas preventivas para conter o avanço da doença, tem gerado grande impacto. Nesse período, o isolamento social é fundamental e enfrentá-lo de forma saudável não só fisicamente, mas também psicologicamente, têm sido um desafio, em meio a tantos dilemas como, a incerteza do presente e futuro, as enxurradas de informações e o medo, dilemas esses, que estão sendo enfrentados pela maioria da população de diferentes formas. Nesse enfrentamento, a busca pela leitura e pela escrita, vem configurando-se como uma forma de amenizar os impactos negativos da pandemia.

No atual contexto, os livros estão sendo companhias, visto que o cenário convida à reflexão sobre o momento gerador de incertezas e, não só o ato de ler, mas também o de escrever têm sido uma fuga e possibilidade de ampliar, proporcionar e oportunizar conhecimentos.

Conforme vários estudos já comprovaram, a leitura auxilia não só na habilidade de interpretação de textos, mas também na compreensão de ideias e organização de linhas coerentes de pensamento; no desenvolvimento de uma visão crítica e capacidade de argumentação, além do enriquecimento do vocabulário. E na escrita, essa aquisição de novos conhecimentos, reflexões e visões de mundo diferenciadas, tem promovido a produção de textos mais autorais e criativos.

Levando em consideração o campo emocional das pessoas no período de pandemia, a leitura e escrita pode ser vista como uma forma de explorar o mundo sem sair de casa, podendo aliviar o estresse e trazer a sensação de felicidade.

É relevante destacar que a pratica da leitura e escrita pode contribuir e tem contribuído para muitos, no que concerne a redução dos impactos, dores causadas, além de contribuir para o crescimento e aperfeiçoamento de capacidades.

Profissionais indicam que se adote uma rotina de anotações diárias sobre qualquer temática que goste, ou até mesmo suas emoções para aliviar os sentimentos, objetivando ajudar a processar as angústias, aceitações, trabalhar as emoções e organizar os pensamentos. 

Portanto, diante todas as dificuldades no contexto de isolamento social é importante que nos preocupemos com nossas mentes e efetivar estratégias para passar por esse momento de forma saudável, ler, escrever, ouvir música, desenhar, pensar, enfim apelar para tudo que ajude a entreter e adquiri conhecimento ao mesmo tempo.


Deixe o seu comentário

sobre Dani Constantino

Jornalista e professora de Língua Portuguesa, mestre em Letras pela Universidade Federal de Rondônia - Unir. Atualmente é redatora da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia – Seduc/RO. Atuou como jornalista do Departamento de Estradas de Rondônia (DER). Desempenhou a função de jornalista na função de gestora de redes sociais da assessoria de comunicação da Seduc/RO. Desenvolve pesquisas na área da Análise de Discurso (AD), em Estudos de Processos Discursivos.