Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 23:15:18

LarinaRosa

coluna

Publicado: 02/06/2021 às 08h00min

A-A+

Levante Feminista em Rondônia

Movimento com o tema “Nem pense em nos matar” chegou para levantar a rede de apoio das rondonienses

A cultura de ódio contra as mulheres e a falta de atenção das autoridades tem favorecido o extermínio de mulheres em Rondônia. Só no ano passado, o número de feminicídios subiu 42% no estado. E, até agora, nem sinal de atendimento 24 horas nas Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher.

A única casa de acolhimento de mulheres da capital continua em condições precárias. A notificação no registro de ocorrência para identificar se a morte foi por conta do gênero da mulher é nula, e o atendimento psicológico voltado a elas acontece arrastado.

Para tentar denunciar a omissão do estado e exigir medidas efetivas de proteção à vida, um grupo de mulheres de Rondônia se uniram e lançaram a campanha nacional Levante Feminista Contra o Feminicídio no estado.

Até agora, 200 pessoas, entre elas mulheres negras, indígenas, quilombolas, ribeirinhas e dos movimentos LBTQIA+ participam de intervenções que sensibilizam a população rondoniense sobre a cultura machista e arcaica que ainda insiste em querer comandar o destino delas.

O movimento com o tema “Nem pense em nos matar” chegou para levantar a rede de apoio das rondonienses e ao mesmo tempo sensibilizar, mobilizar e denunciar a escalada dos feminicídios em Rondônia. A chegada do movimento é a prova de que somos sim preocupadas umas com as outras, e não apoiamos as injustiças sofridas com as nossas mulheres.

A rede de apoio veio para ajudar milhares de mulheres vulneráveis em situação de violência. Além de chamar atenção de todas e todos sobre os perigos do machismo, tema que deve ser discutido até ser digerido por todos. Também veio cobrar políticas públicas voltadas para a proteção de mulheres e meninas.

O Levante Feminista em Rondônia é a voz de mulheres gritando um basta à cultura do feminicídio e o descaso do estado com as vítimas do machismo. A matança das nossas mulheres deve acabar e para que aconteça o apoio deve ser de todos. Obrigada a todas as envolvidas na campanha que conscientiza e salva vidas.

Conheça o Levante Feminista Rondônia nas redes sociais. Juntas, somos sempre mais fortes.


Deixe o seu comentário

sobre Larina Rosa

Larina Rosa é natural de Colorado do Oeste, Rondônia. Jornalista, redatora e repórter do Diário da Amazônia, acredita na luta contra a violência de gênero e igualdade de direito das mulheres.

Arquivos de colunas