Porto Velho/RO, 22 Fevereiro 2021 15:24:00
Economia

Loterias da caixa em vias de serem privatizadas

As  Loterias da Caixa  são uma das alternativas mais conhecidas de apostas no Brasil. E no ano de 2020, a sua arrecadação alcançou um..

A-A+

Publicado: 22/02/2021 às 10h01min | Atualizado 22/02/2021 às 15h23min

As Loterias da Caixa  são uma das alternativas mais conhecidas de apostas no Brasil. E no ano de 2020, a sua arrecadação alcançou um novo recorde, tendo angariado R$17,1 bilhões. Esse valor é 2,35% maior que o melhor resultado anterior, que foi aferido em 2019 e era de R$16,7 bilhões. E mesmo com toda essa grana entrando nos cofres públicos, existe a possibilidade do governo federal vender as loterias e também outras quatro subsidiárias do banco público, que são consideradas estratégicas e lucrativas para o país. Mas, o projeto tem encontrado resistência, principalmente do presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sérgio Takemoto, que vem se mostrando avesso à privatização da empresa pública.

Distribuição

Somente em 2020, as loterias federais chegaram a repassar quase R$3 bilhões apenas para a seguridade social. Já as Ações de Esporte e Cultura receberam um repasse de R$1,9 bilhão, enquanto o Fundo Nacional de Segurança Pública levou R$1,5 bilhões. Já para a Saúde, foram redirecionados cerca de R$4,662 milhões, para o FIES R$311,957 milhões, e para entidades que prestam apoio a crianças, ao adolescente e a portadores de necessidades especiais, foram dados R$5,129 milhões. No total, foram R$8,046 bilhões investidos em 2020, nos programas sociais somente com os recursos adquiridos através dos jogos administrados pela Caixa Econômica Federal. Apesar de interessantes e acessíveis, eles não são as únicas opções disponíveis em território nacional, e as melhores casas de apostas online no Brasil têm a vantagem de oferecer uma maior variedade de possibilidades, além dos bônus e promoções que ajudam a melhorar o desempenho do usuário.

De acordo com Sérgio Takemoto, “Se as loterias forem privatizadas, vão continuar repassando estes valores para as áreas sociais ou estes recursos irão para o lucro das empresas controladoras? Além de premiar os apostadores, as loterias destinam cerca de 40% dos recursos para o financiamento de políticas públicas em educação, saúde, esporte, cultura e segurança pública, reforçando o papel social da Caixa, que é e precisa continuar sendo 100% dos brasileiros”. Takemoto ainda reforça que as loterias contribuem enormemente para redução das desigualdades sociais e regionais. Contudo, ele frisa que o governo federal ignora esses fatores, assim como a crise econômica, e tem insistido na ideia de privatizar o banco público pouco a pouco, mesmo quando ele se mostrou essencial à população neste momento de crise sanitária.

No início de fevereiro, o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, disse que tem “foco total na venda de fatias de subsidiárias”. Sendo que o plano é vender tanto as loterias federais como alguns outros pilares da estatal através de IPOs (Oferta Pública Inicial de Ações), de setores como o de Seguridade, Gestão de Recursos, Cartões, e o Banco Digital, que ainda nem foi formalizado. Além deles, outras 24 empresas coligadas ao banco público também estão em jogo.

No dia 27 de janeiro, a Caixa soltou uma nota que informava o público sobre a reabertura da Caixa Seguridade. Sendo que esta é a terceira tentativa de venda desta subsidiária, já que em setembro de 2020, o banco acabou por suspender o IPO dizendo que haviam encontrado condições adversas de mercado por conta da crise sanitária. “A abertura de capital de subsidiárias da Caixa não vai salvar a economia do país. Representa, na verdade, o enfraquecimento do banco 100% dos brasileiros”, disse Takemoto. Ele ainda acredita que com a instabilidade que o mercado financeiro vem tendo com a atual crise econômica, a população será ainda mais atingida se a Caixa perder as subsidiárias que o governo vem planejando privatizar. “São elas que permitem, por exemplo, que o banco seja líder no financiamento das menores taxas para a compra da casa própria e realize a operacionalização de programas e ações em toda a área social, além do Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies)” ressalta o mandatário.



Deixe o seu comentário