Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 16:35:17
Diário da Amazônia

Mais de 90% do DNA humano não é ‘nosso’, revela estudo

Objetivo do estudo era determinar quais partes do DNA humano são específicas das pessoas modernas

Por SN
A-A+

Publicado: 20/07/2021 às 16h29min

Tribo neandertal

O DNA único aos humanos apenas totaliza 7% de nosso genoma, um número baixo, que indica que temos mais em comum com nossos parentes pré-históricos do que se acreditava anteriormente, afirmam cientistas.

“Essa é uma porcentagem bem pequena”, disse na sexta-feira (16) Nathan Schaefer, biólogo de computação da Universidade da Califórnia, e coautor do estudo publicado na revista Science Advances, à agência norte-americana Associated Press.

“Este tipo de descoberta é a razão pela qual os cientistas estão se afastando do pensamento de que nós, humanos, somos tão vastamente diferentes dos neandertais”, comentou.

O objetivo do estudo era determinar quais partes do DNA humano são específicas das pessoas modernas. Os pesquisadores examinaram 279 amostras de DNA de pessoas atuais, juntamente com o DNA dos restos mortais de neandertais e denisovanos, datados entre 40 mil e 50 mil anos atrás.

 

Uma parte ainda menor dos genes humanos pertence exclusivamente às pessoas que vivem hoje no mundo – 1,5%. Somente este extrato de nosso DNA contém informações valiosas sobre características distintivas da humanidade moderna, que é “na verdade uma espécie muito jovem”.

“Podemos dizer que essas regiões do genoma são altamente enriquecidas por genes que têm a ver com o desenvolvimento neural e a função cerebral”, disse Richard Green, biólogo computacional da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, e coautor da pesquisa, à AP.

Joshua Akey, que publicou em 2014 um estudo que mostrava a presença de DNA neandertal nos humanos modernos, concordou que a mais recente pesquisa destaca que, na verdade, somos uma espécie muito nova. “Não há muito tempo, compartilhávamos o planeta com outras linhagens humanas”, afirma. (Sputnik News)



Deixe o seu comentário