porto velho - ro, 16 Setembro 2019 21:02:32
    Política

    Mais de dois milhões de eleitores voltam às urnas

    Amazonenses elegem governador e vice neste domingo para mandato de apenas 16 meses.

    Por Assessoria
    A- A+

    Publicado: 06/08/2017 às 06h15min

    Eleitores do Amazonas voltam às urnas neste domingo para eleger governador e vice

    Os 2.338.037 eleitores do Amazonas voltam às urnas neste domingo em eleição suplementar para escolher o novo governador e vice-governador para um mandato de um ano e quatro meses. Os eleitores registrarão seus votos em 6.668 urnas eletrônicas em igual número de seções eleitorais, distribuídas por 1.508 locais de votação. Se houver necessidade de segundo turno na disputa, entre os dois candidatos mais votados no primeiro turno, será no dia 27 de agosto.

    Do total do eleitorado no Estado, 1.533.848 serão identificados por meio da impressão digital, uma vez que já fizeram o cadastramento biométrico.

    A eleição tornou-se necessária porque o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, no dia 4 de maio deste ano, o mandato do governador do Amazonas, José Melo (Pros) e de seu vice José Henrique de Oliveira, por compra de votos na eleição de 2014. Na ocasião, a Corte Eleitoral determinou ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) que realizasse nova eleição direta para os cargos.

    Concorrem a governador do Amazonas os candidatos Amazonino Mendes (PDT), tendo como vice o deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB); Eduardo Braga (PMDB) e seu vice Marcelo Ramos pela coligação “União para tirar o Amazonas da UTI”; José Ricardo Wendling (PT) e seu vice Sinésio Campos pela coligação “Compromisso com o Amazonas”; Liliane Araújo (PPS) e o seu vice cabo Lobo; Luiz Castro (Rede) e o seu vice João Victor Tayah (PSol) pela coligação “Começo de uma grande mudança”; Marcelo Serafim (PSB), com o vice Sirlan Cohen; Rebecca Garcia (PP), com o vice Felipe Souza (Podemos); e o vereador Wilker Barreto (PHS), que tem a vereadora professora Jacqueline como vice pela coligação “Por um novo Amazonas”.

    Acompanhado 

    O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, está em Manaus acompanhando todo o processo da eleição à apuração e totalização dos votos.

    Em visita ao TRE do Amazonas no último dia 26, Gilmar Mendes informou que o pleito custará cerca de R$ 18 milhões, incluindo o segundo turno, caso seja necessário. (Ascom TSE)



    Escreva um comentário