porto velho - ro, 19 Agosto 2019 17:33:06

Solano Ferreira

coluna

Publicado: 06/07/2019 às 11h42min | Atualizado 06/07/2019 às 11h46min

A- A+

Mais segurança para proteção e controle em Rondônia

Caso o ministro Sérgio Moro atenda a solicitação do governador Marcos Rocha, de aparelhar a segurança pública em Rondônia, o Estado..

Caso o ministro Sérgio Moro atenda a solicitação do governador Marcos Rocha, de aparelhar a segurança pública em Rondônia, o Estado estará mais bem preparado para enfrentar o crime organizado. Tudo indica que o pleito será atendido, até porque o ministro esteve em Rondônia, nos 100 dias de governo, lançando o plano estadual de segurança e combate a corrupção, de foi muito elogiado por Moro. Na ocasião, o ministro prometeu que voltaria a
Rondônia e, naturalmente, há de ter um bom motivo para o retorno.

Rondônia está na fronteira com Bolívia, por onde passa grande parte das drogas e armamentos que entram no Brasil. Essa proximidade requer um cuidado maior, melhores equipamentos para as forças policiais, e melhor estrutura para enfrentar a bandidagem que cresce assustadoramente. É um caso de soberania nacional já que aqui é um dos corredores da criminalidade.

Rondônia realmente precisa um aporte nacional para a Segurança Pública. O crime organizado tem crescido com as ramificações até em municípios pequenos do PCC (Primeiro Comando da Capital) e do CV (Comando Vermelho). Não tem como entrar num enfretamento desse com revolver 38 ou pistola. Os marginais utilizam metralhadoras e fuzis, o eu exige do Estado, no mínimo, o mesmo tipo de aparelhamento.

Outro setor que também precisa de cuidado especial é o sistema penitenciário estadual que virou uma rotina de fugas. Quase toda semana tem informações de fugas em algum presídio no estado. Alguma coisa não vai abem e precisa de ação rápida para que os marginais fiquem fora do convívio social, diminuindo os risco aos cidadãos do bem.

Por se falar em crime organizado, o negócio está tão ramificado, que até em condomínios de luxo tem figurões camuflados. Quem tem adquirido casas em condomínios de luxo por causa da segurança, começa a se preocupar com a vizinhança, que pode ser pessoas não gratas e que ofereça risco maior por estar tão perto. A violência está tomando todo o País e Rondônia não está isenta da marginalidade. Maior estrutura e maior rigor fazem necessários.


Escreva um comentário

Arquivos de colunas