Porto Velho/RO, 08 Outubro 2021 10:09:54
Diário da Amazônia

Marketing para lojas virtuais: como fazer?

Por Lucas W. Pelisari

A-A+

Publicado: 21/05/2021 às 10h00min

Saber como fazer um bom marketing para lojas virtuais é um diferencial enorme nos dias de hoje. Afinal, centenas de empresas físicas abriram lojas na internet, acarretando uma grande competitividade.

O primeiro passo é descobrir quem é seu público-alvo. Dessa forma, você vai saber onde encontrar clientes e como abordá-los. É importantíssimo ter uma persona em mente na hora de criar estratégias de marketing.

As redes sociais, assim como o e-mail marketing e o tráfego pago, são seus melhores amigos.

Vale lembrar, todavia, que o marketing para lojas virtuais não deve ficar restrito ao mundo digital. Existem dezenas de técnicas do marketing convencional que podem ajudar no sucesso de sua loja.

Vamos aprender um pouco mais sobre o assunto!

O marketing para lojas virtuais requer uma persona

Como foi dito na seção anterior, é vital montar uma persona, antes de qualquer ação de marketing.

Uma persona é, em essência, seu cliente ideal. Em outras palavras, é uma pessoa fictícia que se enquadra no perfil de cliente de sua empresa, que vai dizer “que maravilha de produto” quando ver seus produtos.

Antes de montar a persona, é importante estudar seu público-alvo.

Vamos supor que seu e-commerce venda combo de suplementos. Ao vasculhar a internet, você percebe que as pessoas mais interessadas nesse produto tem entre 22 e 35 anos, são homens, solteiros e classe C.

Com base nesses dados, você pode montar sua persona: Flávio, 26 anos, trabalha como Policial Militar em São Paulo. Está em busca de suplementos para ganhar massa muscular e acredita que combos de suplementos têm o melhor custo-benefício.

As redes sociais podem ajudar muito na divulgação

Agora que você tem uma persona e um público-alvo, você precisa chamar atenção dessas pessoas de alguma forma. Uma técnica muito utilizada são as redes sociais. Afinal, mais de 70% dos brasileiros navegam por elas.

A estratégia mais comum é produzir conteúdo interessante para sua persona. No caso, são peças que interessam a ela, e que a fazem querer seguir sua página ou perfil nas redes.

Não cometa o erro de apenas postar promoções no Instagram e no Facebook. Aposte em material informativo de qualidade, ou em publicações que tenham um caráter cômico, mas sem perder o respeito.

Ao fazer isso, naturalmente as pessoas vão encontrar seu conteúdo e se engajar com sua loja virtual.

O tráfego pago faz o trabalho de prospecção para você

O tráfego pago é uma das ações de marketing para lojas virtuais mais poderosas da atualidade. A ideia é utilizar todo o conhecimento da plataforma para promover sua empresa.

Ao contrário dos conteúdos apresentados na seção anterior, nesse caso você terá que desembolsar para atuar. Porém, os valores são baixos, e você pode conseguir (porque não é garantido) um bom retorno sobre o investimento.

Em resumo, você vai configurar um anúncio nas redes sociais, de forma que ele só vai aparecer para um determinado público. É daí que vem a importância do público-alvo.

Aproveite as tecnologias do momento

A tecnologia está evoluindo em um ritmo impressionante. São aplicativos, plataformas e recursos inovadores sendo lançados quase todos os meses.

Para ter sucesso com sua loja virtual, é fundamental fazer parte e usufruir dessas tecnologias.

Um exemplo clássico disso é o Tik Tok. O aplicativo chinês rapidamente dominou o ocidente, e trouxe um aumento de faturamento gigantesco para quem souber usá-lo.

Afinal, um vídeo bem produzido é capaz de alcançar milhões de pessoas no Tik Tok, sem grandes problemas. Mesmo se você tiver baixa taxa de conversão, a quantidade enorme de visualizações compensa esse problema.

O e-mail marketing é muito poderoso

Na era do WhatsApp, pode parecer que ferramentas mais antigas, como o e-mail, morreram, não é verdade? Embora haja pessoas que acreditem nisso, o e-mail continua mais forte do que nunca.

Conseguir um e-mail é muito mais do que criar um novo canal de comunicação com o consumidor: você obteve o consentimento dele para enviar-lhe materiais de sua empresa.

Ou seja, conseguir esse dado, de forma legal e seguindo as boas práticas, indica um estreitamento da relação com o consumidor. Portanto, você está a um passo de fechar negócio com ele.

Lembre-se de enviar conteúdos interessantes para o consumidor, não apenas ofertas!

O marketing para lojas virtuais não se restringe a Web

Por fim, devemos alertar para um erro grave dentro do Marketing para lojas virtuais: focar apenas no digital e esquecer o mundo físico.

É importante ter em mente o poder das indicações para as vendas. Além disso, campanhas de marketing convencional também podem ajudar a sua loja virtual, desde que feito de maneira adequada.

Um exemplo disso é aproveitar os QR Code. Ao adicionar um desses códigos nos panfletos e cartazes, você está criando um novo canal que leva até seu e-commerce.

Portanto, existem sim maneiras de divulgar sua loja virtual fora da Web, você só precisa elaborar estratégias para isso.

Gostou das dicas apresentadas aqui? Compartilhe em suas redes sociais!



Deixe o seu comentário