porto velho - ro, 13 Outubro 2019 20:53:57
    Cidades

    Ministério público federal realiza audiência publica

    O procurador disse que a violência no campo aqui no estado precisa mudar, a situação ainda é assustadora.

    A- A+

    Publicado: 13/08/2019 às 15h52min | Atualizado 18/09/2019 às 14h39min

    Ministério público federal realiza audiência publica para tratar de conflitos agrários na região

    O procurador geral da republica convocou diversos órgãos públicos e todos com dados atuais para uma audiência publica sobre criação de assentamentos rurais, desapropriações e investimentos em diversas áreas, de acordo com o procurador Raphael Bevilaqua 77 por cento do territorial de Rondônia era projeto de assentamentos, depois que passou para particulares e grande parte dos problemas se deve à falta de políticas públicas.

    Rondônia é um dos estados que mais se registra morte no campo ficando na segunda colocação a nível nacional, o procurador considera situação grave.

    O superintendente substituto do INCRA falou dos assentamentos e terra ilegal  que foi desativo e os processos foram encaminhados.  A terra legal foi criada somente para regularização fundiária de áreas da união.

    A comissão pastoral da terra afirma que a questão de desapropriação de terras ainda é crítica e sita alguns exemplos.

    O procurador disse que a violência no campo aqui no estado precisa mudar, a situação ainda é assustadora.

    CONFIRA A REPORTAGEM NA INTEGRA:

     



    Escreva um comentário