porto velho - ro, 28 Agosto 2019 16:59:02
Variedades

Morre aos 76 anos Aretha Franklin, a “rainha do soul”

A cantora norte-americana Aretha Franklin, de 76 anos, morreu hoje (16), em casa, em Detroit, nos Estados Unidos. A informação foi..

A- A+

Publicado: 16/08/2018 às 14h07min

Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images via AFP

A cantora norte-americana Aretha Franklin, de 76 anos, morreu hoje (16), em casa, em Detroit, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada por Gwendolyn Quinn, empresário da artista.

Chamada de a Rainha do Soul ou Dama do Soul, Aretha Franklin virou ícone da música negra. Era apontada como referência e foi considerada a maior cantora de todos os tempos pela revista Rolling Stones.
Talentosa e com uma elevada habilidade artística e vocal, Aretha Franklin também interpretou jazz, rock, blues, pop e ópera.

Nos últimos dias, a imprensa informou que Aretha, com a saúde muito debilitada devido a um câncer no pâncreas, estava em casa para ficar mais próxima dos familiares. Apesar de notícias sobre a sua doença circularem há bastante tempo, a cantora sempre foi muito discreta com o assunto e nunca confirmou o caso. Agora, se apaga uma voz eterna e incomparável, um verdadeiro símbolo americano.

A cantora norte-americana Aretha Franklin, de 76 anos, morreu hoje (16), em casa, em Detroit, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada por Gwendolyn Quinn, empresário da artista.

Chamada de a Rainha do Soul ou Dama do Soul, Aretha Franklin virou ícone da música negra. Era apontada como referência e foi considerada a maior cantora de todos os tempos pela revista Rolling Stones.

Talentosa e com uma elevada habilidade artística e vocal, Aretha Franklin também interpretou jazz, rock, blues, pop e ópera.

Nos últimos dias, a imprensa informou que Aretha, com a saúde muito debilitada devido a um câncer no pâncreas, estava em casa para ficar mais próxima dos familiares. Apesar de notícias sobre a sua doença circularem há bastante tempo, a cantora sempre foi muito discreta com o assunto e nunca confirmou o caso. Agora, se apaga uma voz eterna e incomparável, um verdadeiro símbolo americano.

Com informações da agência EFE



Escreva um comentário