Porto Velho/RO, 12 Dezembro 2019 17:35:22
    Polícia

    Ministério Público deflagra a segunda fase da operação Boi Gordo

    A segunda fase da operação Boi Gordo tem objetivo de conseguir elementos como provas relativas aos novos investigados que surgiram na..

    Por Redação Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 12/12/2019 às 08h51min | Atualizado 12/12/2019 às 17h35min

    A segunda fase da operação Boi Gordo tem objetivo de conseguir elementos como provas relativas aos novos investigados que surgiram na primeira fase da operação. Nesta quinta (12) três mandados de busca e apreensão relacionados aos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro no âmbito de organização criminosa foram cumpridos em Porto Velho e Ariquemes.

    Os mandados de busca e apreensão ocorreram em residências e escritórios de advocacias dos municípios

    A primeira fase da operação foi realizada no dia três de dezembro e agentes cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do Vice-Prefeito de Porto Velho Edgar do Boi.

    Durante coletiva de imprensa o promotor João Francisco Afonso, disse que o Vice-Prefeito foi mencionado pelos proprietários da empresa JBS que ficou sendo intermediário dos valores dados pela empresa para permitir o esquema de supressão e redução de tributos que não fosse descoberto, que não ocorresse à fiscalização.

    Deflagrada pela pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público (MP), a operação “Boi Gordo” investiga as informações repassadas em uma delação ao Ministério Público Federal referente à supressão de tributos envolvendo o grupo JBS.

     



    Deixe o seu comentário