porto velho - ro, 21 Março 2019 16:32:58

Felipe José

coluna

Publicado: 05/11/2018 às 20h42min | Atualizado 05/11/2018 às 21h51min

A- A+

Mudança: Em algum momento ela fará parte da sua vida

Comodismo é para os fracos, não se esqueça disso!

Acordar, tomar café da manhã, ir para o trabalho e logo depois para a faculdade. Assim é a vida de muitas pessoas e mesmo que esse cotidiano canse, as pessoas acabam se acostumando sem reclamar. Mas se for preciso mudar radicalmente esse ciclo, esse cotidiano? Será que as pessoas que fazem as mesmas coisas todos os dias conseguirão? Alguns sim, outros não. Mas porque a “mudança de cotidiano” traz tanto medo nas pessoas dentro da nossa sociedade? Porque as pessoas temem mudar o seu caminho, o seu rumo de vida? O que faz o cidadão ter tanto medo de tomar novas atitudes outros caminhos?

Para alguns o receio está em não dar certo, para outros, a mudança representa perigo, insegurança e as vezes demostra a fraquesa escondida dentro de cada um. No entanto, é preciso estar preparado, pois a vida nos traz surpresas e para conviver em nossa sociedade, é preciso estar pronto para as adversidades. Se for na vida pessoal, encare! Se for entre as amizades, encare! Se for uma mudança de residência e trabalho, encare! Uma hora você se acostumará e tudo isso poderá se tornar novamente um cotidiano em sua vida. Basta se entregar para o novo e para o que a vida poderá te proporcionar a partir de novas experiências.

Eu, por exemplo, já passei por isso. Há alguns anos estava totalmente acomodado em um trabalho que seguia a mesma rotina. Nesse local eu “achava que aprendia cada vez mais”, no entanto, a minha acomodação acabava me cerceando de aprender coisas novas como, por exemplo, jornalista e editor. Parecia que eu estava tão bem, tão preparado para tudo, que não percebia que era preciso mudar. Mas, uma mudança radical em minha vida mostrou que eu era capaz de fazer mais coisas e assim, fui adiante. Sai desse emprego “rotineiro” e me qualifiquei ainda mais! Foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida, pois, hoje atuo como jornalista, sociólogo, letrólogo, professor universitário, faço análises como cientista social e político e faço a graduação em Direito. Tudo por que descobri novas coisas além daquela vida “sem graça” e sem motivação que eu levava. Claro, existem percalços, dificuldades nessa escolha, mas a liberdade não tem preço.

Faz parte da vida 

Mudanças fazem parte da vida e se você não estiver preparado, o seu mundo pode cair! Assim, seja sempre você mesmo e procure experimentar o novo sem medo. Esteja pronto para aprender coisas novas e principalmente, conhecer pessoas que não fazem parte do seu cotidiano. Com tudo isso você poderá “ter uma nova visão de mundo” e com ela abrir as possibilidades de trabalho. Dessa vida levaremos conhecimento e passaremos aprendizados para os outros, por isso, esteja pronto para mudar sua vida sempre que precisar. Isso não te fará mal, mas muito bem tenho certeza. Mudança: Em algum momento ela fará parte da sua vida. Comodismo é para os fracos, não se esqueça disso! Pense nisso e esteja com pessoas que te impulsionem para isso. Não tenha medo, vá em frente sempre.


Escreva um comentário

sobre Felipe José de Jesus

Sociólogo, Jornalista, Mestre em Comunicação Social: Jornalismo e Bacharelando em Direito. Como jornalista atuou em diversas editoras como: economia, política e também cultura em jornais impressos e portais. Passou também por assessorias de imprensa privada, prefeituras e em uma secretaria do Governo mineiro. Atualmente apoia o jornal Brasil Agora como editor. Com o mestrado deu aula na ESABI para a disciplina de Metodologia Científica e deu aulas particulares para alunos do curso de Psicologia da Faculdade de Estudos Administrativos de Minas Gerais (FEAD). Atualmente como Sociólogo prestou consultoria para uma ONG desempenhando o trabalho de pesquisas de campo: opinião pública: social e comportamento. Faz parte da Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS) como afiliado e em 2016 prestou serviço de assessoria e planejamento de equipe para partidos políticos nas eleições municipais. Suas vivências acadêmicas passaram pela Faculdade Estácio de Sá (FESBH); Faculdade Polis das Artes (FPA); Universidad Europea Miguel de Cervantes (UEMC) e Universidade Uniesp.

Arquivos de colunas