Porto Velho/RO, 12 Agosto 2020 08:55:16

CarlosSperança

coluna

Publicado: 12/08/2020 às 06h00min | Atualizado 12/08/2020 às 08h54min

A-A+

Mulheres devem crescer a representatividade política nas eleições

Desabafar não resolve Por certo sem combinar com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o ministro Paulo Guedes, da..

Desabafar não resolve

Por certo sem combinar com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o ministro Paulo Guedes, da Economia, perdeu as estribeiras com as perguntas incômodas que recebeu no Aspen Security Fórum, evento realizado em Washington para discutir questões urgentes da atualidade.

Guedes acusou os EUA de matar índios e garantiu que os brasileiros são amáveis, referência à política indigenista de Rondon, para quem é preferível morrer a matar. Recordou o massacre feito pelo general Custer e atacou 30 anos de política dos EUA: “Os chineses pobres financiaram o consumo exagerado nos EUA todo esse tempo. Nem um brasileiro bêbado ousaria alavancar o sistema bancário 36 vezes como os EUA”.

Como tudo tem consequência, o destempero de Guedes nesse evento também terá. Evitando apresentar soluções para os problemas e sem aceitar as propostas apresentadas de fora, optou por rejeitar como intrigas da oposição as críticas apresentadas e repisa a tese da soberania nacional, que ninguém questiona.

Ao desqualificar as críticas e se desvencilhar das pressões dos investidores e clientes do Brasil quanto às denúncias de desmatamento e matança de índios por doença e descuido, Guedes não atraiu simpatia nem apoio. Falou só ao próprio governo, que responde às críticas com ataques, sem reconhecer os problemas. Serve como desabafo, mas não como solução.
…………………………………………………………

Poder feminino

As mulheres poderão aumentar a representatividade política em 2020 em Rondônia. Ocorre que a deputada federal Jaqueline Cassol (PP) é cotada para disputar a prefeitura de Cacoal, onde a mandatária Glaucioni Nery (MDB) vai a reeleição, as deputadas estaduais Rosângela Donadon (PDT) ao Palácio dos Parecis em Vilhena, Cássia dos Muletas em Jaru, a vereadora Cristiane Lopes (PP) a prefeitura de Porto Velho, a ex-deputada Rosária Helena em Ouro Preto do Oeste, entre outros nomes já conhecidos no cenário político rondoniense.

Plano Diretor

Com a pandemia do coronavirus, as audiências públicas relativas a elaboração do Plano Diretor de Porto Velho deu uma parada. Como se sabe, a atualização do plano é uma exigência do Ministério das Cidades e este trabalho ocorre a cada dez anos para direcionar os investimentos federais nos municípios. O planejamento também cuida da expansão urbana, melhorias no sistema de transportes coletivos, proteção ao fundo dos vales, coleta de lixo, habitação com mais adensamento para economizar recursos do erário, etc.

A violência

Todo cuidado é pouco, amigas caras-pálidas. Tem aumentado exponencialmente o número de estupros em bairros periféricos de Porto Velho onde a segurança é mais precária. Os barracos são invadidos durante a noite por foragidos e as mulheres atacadas com selvageria. Salve-se quem puder! Como não bastasse a violência familiar e temos o aumento dos casos de feminicídios que tem preocupado a capital, onde a população enfrenta mais esta desgraceira. Onde vamos parar com tanta violência, não bastava o covid-19?

Os comunicadores

Tendo em vista as eleições de novembro em Porto Velho, os comunicadores Rosinaldo Guedes (PDT) e Anizinho Gorayeb (PSB) se desincompatibilizaram de seus programas de rádio e televisão para disputar a vereança, assim como o vereador Marcelo Reis que vai tentar a terceira televisão. Também a apresentadora Cristiane Lopes (PP) deixou seu programa diário na TV Allamanda para se dedicar a sua campanha a prefeitura da capital. O bicho vai pegar!

Eleições 2020

Com as eleições se aproximando os candidatos a vereança começam a se movimentar na capital. Raimundo Nonato (PT), Carlinhos do Lagoinha (PDT), Buiú do Hildon (PSD), Rosa do Caladinho, Mutunzinho do Porto Cristo, Edilânia Filé, do Monte Sinai, Carlinhos Maracanã (Pros), já estão reavivando as bases. Os vereadores pela reeleição, como Elis Regina (PC do B), Joelna Houder (PSC) também já estão na busca dos votos. Na temporada teremos uma enxurrada de novatos buscando uma das 21 cadeiras na Câmara de Vereadores de Porto Velho.

Via Direta

*** Aos poucos a ex-deputada federal Marinha Raupp (MDB) vai voltando as lides políticas depois do insucesso em 2018 *** Como se sabe, Marinha é a recordista de mandatos eletivos a Câmara Federal em Rondônia e também recordista de votos a deputado federal ***Várias empresas estão se instalando na Zona Leste de Porto Velho, região que mais recebe empresas atualmente, como a Fortal, distribuidora de alimentos recém inaugurada *** Com o pico do coronavirus já atingido, agora a tendência é uma queda da peste no estado de Rondônia *** Trocando de saco para mala: vender feijoada virou mania em Porto Velho nesta pandemia nos finais de semana. A concorrência já está acirrada.


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas