Porto Velho/RO, 01 Setembro 2021 12:10:36

RobertoRavagnani

coluna

Publicado: 01/09/2021 às 12h10min

A-A+

Não escrevo para convertidos

O Dia Nacional do Voluntariado que aconteceu no último dia 28 de agosto foi mais um dia de ver muitas comemorações, mas a esmagadora..

O Dia Nacional do Voluntariado que aconteceu no último dia 28 de agosto foi mais um dia de ver muitas comemorações, mas a esmagadora maioria para convertidos. Gastamos um tempo gigante falando com nós mesmos, enquanto tem muita gente do nosso lado que ainda não ouviu ou não entendeu a importância do voluntariado ou pior o confunde com doação de dinheiro ou mercadorias ou pior, com troca de serviços ou exploração de mão de obra.

O trabalho voluntario, voluntariado ou serviço voluntario é uma categoria específica, não está contido dentro de outra e nem outras dentro dele. Tem sua finalidade, tem seus benefícios para todos os lados, praticantes e público beneficiado.

O meu papel é falar com quem ainda não é convertido, empresas que ainda não criaram seus programas ou ainda estão nas fases embrionárias, organizações que não entenderam a necessidade de ter seus programas organizados e administrados de forma profissional, escolas e universidades que perdem a oportunidade de colocar este tema em pauta para formar melhor ainda seus alunos, não em matérias obrigatórias, mas para a vida cidadão, que todos deveriam ter desde sempre e governos que ao não estimularem o trabalho voluntario, perdem uma grande oportunidade de ter a sociedade ao seu lado, participando de forma ativa na condução de nossas cidades, certamente teríamos cidades melhores, pois a sociedade estaria melhor.

Este sou eu, falando as vezes para as paredes, pois o que não é famoso, popular, não é importante, mas o tempo mostra o contrário, a importância do tema, pessoas que estão a minha volta dizendo que isso tem valor e pessoas que não conheço que leem, me ouvem ou me assistem e dizem que isso impactou de forma positiva a vida delas.

Organizações sociais tem suas atividades impactadas pela adesão ao trabalho voluntário, empresas percebem o absenteísmo diminuir, a produção melhorar pelo envolvimento em causas por parte dos colaboradores, alunos percebem a grandeza e as possibilidades do mundo em aulas sobre o voluntariado e o mundo agradece a cada novo voluntario e a cada pessoa que passar a ser um fã do assunto, mesmo que não exerça, mas conheça e não faça críticas sem fundamento.

Por isso a minha fala é para os não convertidos pois quanto mais pessoas falando e entendendo o assunto, melhor para todos.

Por falar em divulgação do assunto, o Ser Voluntário, que está aqui nos jornais e mídias escritas, no Rádio e agora está na TV. Programa Ser Voluntário no canal 08 da NET (Vale do Paraíba) todo domingo as 15h30 e na internet no meu site www.robertoravagnani.com.br/produto, cai direto nos programas.


Deixe o seu comentário

sobre Roberto Ravagnani

Colaborador do Diário da Amazônia-  Roberto Ravagnani é autor, palestrante, jornalista (MTB 0084753/SP), radialista (DRT 22.201), conteudista e Consultor de voluntariado e responsabilidade social empresarial. Voluntário palhaço hospitalar desde 2000, fundador da ONG Canto Cidadão, Associado para o voluntariado da GIA Consultores no Chile, fundador da Aliança Palhaços Pelo Mundo, Conselheiro Diretor da Rede Filantropia, sócio da empresa de consultoria Comunidea e Membro Engage for business. www.robertoravagnani.com.br

Arquivos de colunas