Porto Velho/RO, 03 Agosto 2020 20:27:09
Geral

Nova crise na Argentina pode atingir Brasil

Com a quinta maior reserva internacional do mundo e a dívida externa sob controle, o Brasil deve sofrer em decorrência da dívida..

A- A+

Publicado: 02/08/2014 às 12h36min | Atualizado 22/04/2015 às 16h09min

Com a quinta maior reserva internacional do mundo e a dívida externa sob controle, o Brasil deve sofrer em decorrência da dívida argentina, com quedas pontuais na Bolsa de Valores e uma pequena alta do dólar. Apesar da relativa tranquilidade do lado financeiro, a crise no país vizinho pode respingar na economia brasileira. Segundo especialistas ouvidos pela Agência Brasil, o provável aprofundamento da recessão argentina deve reduzir ainda mais as exportações e afetar a indústria brasileira.

Terceiro maior destino das exportações brasileiras, a Argentina vinha comprando menos do Brasil por causa da crise cambial que resultou na desvalorização do peso (moeda do país). Nos seis primeiros meses de 2014, as vendas para o país vizinho acumulam queda de 20,4% em relação ao mesmo período do ano passado, somando US$ 7,42 bilhões. Para os economistas, o default (calote) técnico agravará uma situação que não estava boa.

“O que muito provavelmente vai acontecer é a piora da recessão na Argentina, que consumirá menos e comprará menos do resto do mundo. Como 8% das exportações brasileiras vão para lá, é provável que haja impacto na balança comercial [do Brasil] ao longo do tempo”, analisa o economista-chefe da Sulamérica Investimentos, Newton Rosa.

Professor da Universidade de Campinas (Unicamp) e ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Julio Gomes de Almeida adverte que a redução nas exportações para a Argentina prejudicará principalmente a indústria brasileira. (AGENCIA BRASIL)



Deixe o seu comentário