porto velho - ro, 11 Dezembro 2018 14:33:38

Léo Ladeia

coluna

Publicado: 06/12/2018 às 11h23min

A- A+

O Brasil 15,2 milhões de pessoas estão na extrema pobreza

FRASE DO DIA: “Eu não entendo e não aceito. Um país tão rico e o povo tão pobre” – Ibernon Nunes 1-Mais um na saúde?..

FRASE DO DIA:

“Eu não entendo e não aceito. Um país tão rico e o povo tão pobre” – Ibernon Nunes

1-Mais um na saúde?

           

A pressão do Cremero e do TCE para solução dos graves problemas encontrados nas UPAS e Postos de Saúde bem como a piora na crise do atendimento, devem antecipar mudanças esperadas na Semusa. Convidado por Hildon Chaves, o Vereador Maurício Carvalho declinou e me disse que irá terminar seu mandato. Eliana Pasini deve deixar a pasta que assumiu em junho, como terceira secretária, até o fim do ano. Saúde é um dos calos do prefeito. O segundo calo é a educação, que tem bons resultados, mas que não deslancha com o rolo antigo do transporte escolar. Dois abacaxis de caroço.

2-Retrato em branco e preto

A nova pesquisa do IBGE é um retrato feio do Brasil. 15,2 milhões de pessoas estão na extrema pobreza. Um problemão para o próximo governo a quem cabe reformar a previdência e respeitar os limites fiscais. Os pobres que ganham menos de R$406,00/ mês estão por todo Brasil. No Maranhão onde o índice é mais alto, 54,1%. Em Santa Catarina com índice mais baixo, 8,5%. E mais, 2 milhões de miseráveis vivem com R$ 140 por mês. A pesquisa detalhada você encontra no site do IBGE. A coisa é feia, mas se o Congresso continuar jogando contra, como sempre fez, é possível piorar.

3-Liberou geral

Ontem a Câmara aprovou o projeto que flexibiliza a Lei de Responsabilidade Fiscal para permitir que municípios estourem o limite de gastos com pessoal sem punições, em caso de queda na receita. Se um município perder mais que 10% em comparação ao mesmo quadrimestre do ano anterior, face à redução de transferências recebidas do FPM, concessão de isenções tributárias pela União, redução de royalties ou outras participações, será permitido receber transferências voluntárias e obter garantia direta. A idéia é boa, mas no Brasil há a cultura de arranjar brechas e isto não vai dar certo.  

4-Troca-troca

Na Assembléia Legislativa de Rondônia tudo está “muito marromeno”. Além da guerra nos bastidores para a eleição da Mesa Diretora, o pista para os novos deputados está um quiabo. O primeiro deputado a escorregar foi José Geraldo Santos Alves Pinheiro, o Geraldo da Rondônia que perdeu a vaga para Jean Mendonça. E não fica apenas nesta. O troca-troca, só está começando e o TRE continua operando a todo vapor nos recursos de candidatos e partidos. Pode aguardar que vem mais disso aí.  

5-Palocci destravando a língua

Antonio Palocci que vive um momento de rara felicidade, não vai deixar que ninguém atrapalhe sua vida. Depois de noites calmas e aconchego da família, a memória voltou com força total e Palocci destravou a língua “plesa” e abriu o verbo em depoimento ao juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Criminal da Justiça Federal em Brasília. Palocci jogou a caixa de ferramentas no chão e já sobrou para o filho do “Redivivo”, para o ex-ministro Gilberto Carvalho e vai nessa toada. Vai sobrar caco de caneco pra todo lado.  

leoladeia@hotmail.com


Escreva um comentário

sobre Léo Ladeia

Leo Ladeia é baiano de Itororó, torcedor do Bahia ou um pau rodado que apoitou por aqui. Começou como radialista na Rádio Vitória Régia aos 55 anos. Apresentou o programa Lendas do Rock na rádio Parecis. Na SIC TV como aqui no Gente de Opinião Léo Ladeia fez de tudo. Astronauta, boy, pintor, poeta e pedreiro. Mutante, gosta de experimentar e de desafios, atualmente Ladeia está trabalhando no Rede TV Rondônia, canal 17,do Sistema Gurgacz de Comunicação.

Arquivos de colunas