Porto Velho/RO, 26 Setembro 2020 09:17:24

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 26/09/2020 às 09h17min

A-A+

O café de Rondônia e sua contribuição na balança nacional

Desde o tempo imperial, o Brasil sempre foi um grande produtor e exportador de café, a bebida mais consumida no mundo depois da água..

Desde o tempo imperial, o Brasil sempre foi um grande produtor e exportador de café, a bebida mais consumida no mundo depois da água natural. O produto sempre foi importantíssimo para a balança comercial brasileira. Rondônia é um dos estados que tem a economia crescente e conta com a contribuição do café canilon. Desde os tempos de colonização do estado, o café sempre teve importante parcela de contribuição para a economia regional.

A volta do agronegócio tornou-se muito melhor do que em tempos passados, a espécie clonal feita a partir de clonagens de plantas selecionadas, inicia o ciclo de produção super precoce e a rentabilidade por hectare é muito maior do que a produção convencional por mudas feitas por sementes. O ressurgimento do café como negócio de valor considerável para a agricultura fez com que muitos produtores que tinham abandonados as produções voltassem com o negócio.

Conforme estimativa da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), o cultivo da cultura canilon, deve chegar a 63,6 mil hectares, como mostra o 3º Levantamento da Safra. A contribuição da produção rondoniense será de 2,43 milhões de sacas, sendo o maior volume registrado no estado. Isso representa uma colheita 10,7% superior à registrada no ano passado.

O sucesso do café rondoniense está num trabalho amplo de pesquisa. Vale aqui destacar o esforço da Embrapa que investiu nesse melhoramento e conseguiu gerar uma espécie propícia para o nosso solo e clima. Isso demonstra a importância de investimentos em pesquisas que, por mais que tenham custos, os resultados são enormes em termos de lucratividade e produtividade, valendo assim, todo e qualquer esforço.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas