Porto Velho/RO, 28 Junho 2020 06:00:40

JoséLuiz

coluna

Publicado: 28/06/2020 às 06h00min

A-A+

O Campo salva a economia de Rondônia 

O agronegócio injetou R$ 1,5 bilhão na economia deste estado no primeiro semestre de 2020, 30% a mais se comparado com o mesmo período..

O agronegócio injetou R$ 1,5 bilhão na economia deste estado no primeiro semestre de 2020, 30% a mais se comparado com o mesmo período de 2019, com destaque para exportação de carne e soja, conforme relato do superintendente da Federão das Indústrias de Rondônia (FIERO), Gilberto Batista, ao programa “Campo e Lavoura” da Rede TV! Apesar de todos os percalços provocados pelo coronavirus o agronegócio continua mantendo a economia de pé.

Plano Safra 

Na próxima quarta-feira (01) a partir das 8:00 horas a superintendência do Banco do Brasil em Rondônia estará apresentando via online o Plano Safra 2020/2021, detalhando todas as condições para os clientes da instituição, tais como juros e prazos nos financiamentos aos grandes, médios e pequenos produtores rurais. O superintendente Edson Lemos, informa que safra 2019/2020 foram aplicados pelo banco do Brasil em Rondônia recursos da ordem de R$ 1,5 bilhão e que para a safra 2020/2021, haverá um acréscimo de 20%, chegando a 1,7 bilhão.    

Força do agronegócio 

Se computados todos os recursos liberados para o agronegócio, em Rondônia na safra 2020/2021, entre os bancos oficiais e cooperativas de créditos o volume de recursos baterá na casa dos R$ 4 bilhões, incluindo agricultura familiar que neste estado é muito forte. 

Outras frentes 

A cafeicultura, o peixe ao lado da carne, da soja, do milho e leite reforçam as frentes de desenvolvimento regional, bem como mantendo famílias produzindo nas áreas rurais. O momento é de muita dificuldade, mas esperança prossegue com o olhar voltado para o setor produtivo primário. 

Preocupação 

Não bastasse a presença do coronavirus atazanando as autoridades, agora surge a possibilidade de uma nuvem de gafanhoto invadir o Brasil, vindo da Argentina e Uruguai entrando pelo Rio Grande do Sul. Se isso ocorrer vai ser outro baque na economia. Os gafanhotos destroem campo e lavouras não deixando nada de pé. 

Finalizando 

Boa leitura e bom final de semana, não esqueça de usar a máscara e se cuidar.            

  


Deixe o seu comentário

sobre José Luiz Alves

Colaborador do Diário da Amazônia - José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.

Arquivos de colunas