porto velho - ro, 07 Outubro 2019 00:02:20

    Carlos Sperança

    coluna

    Publicado: 04/06/2019 às 08h42min | Atualizado 04/06/2019 às 15h29min

    A- A+

    O censo vai fortalecer a luta pela emancipação de distritos

    Um plano de emergência São teorias da conspiração as suspeitas de que o governo piorou a economia, empurrando-a para as portas de um..

    Um plano de emergência

    São teorias da conspiração as suspeitas de que o governo piorou a economia, empurrando-a para as portas de um misto de Argentina com Venezuela, para assim obrigar o Congresso a aprovar a reforma da Previdência sem alterações.

    O fato sem fake é que a situação de incerteza piorou com a queima do capital político do presidente Bolsonaro na fogueira da teima em manter o clima aguerrido de campanha eleitoral. O país não aguentará manifestação contra seguida de manifestação a favor por anos a fio, que asfixia a Venezuela, ou reformas duvidosas e sem debate, como na Argentina.

    Um pacto seria necessário, mas não entre os três Poderes – isso a Constituição já define e obriga. É urgente um diálogo entre as principais forças políticas para alinhavar um plano de emergência para vencer a crise.

    O crescimento negativo prova a infantilidade de criar desconforto aos clientes do país e causar problemas ao agronegócio porque a cobrança mundial pelos cuidados ambientais vai aumentar. A confusão em torno do Fundo Amazônia é um tiro no pé em vias de gangrenar. Leva quem tem dinheiro a sinalizar que vai condicionar investimentos no Brasil à recomposição das políticas ambientais desmontadas.

    ……………………………………….

    Censo 2020

    O Censo feito pelo IBGE a cada década é aproveitado pelos governos estadual e federal para medir a destinação dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios-FPM. Em 2020 o censo servirá também para fortalecer a luta pela emancipação de alguns distritos de Porto Velho, como União Bandeirantes, campeão em crescimento demográfico nos últimos anos.

    O imexivel

    Embora com setores da imprensa no pé, mas já mostrando qualidade na articulação com o Poder Legislativo, o secretário chefe da Casa Civil Junior Gonçalves vem se tornando no homem forte do governo Marcos Rocha (PSL). Como se acredita que seja o possivel candidato a prefeito apoiado pela atual administração estadual no ano que vem, logo logo, sofrerá bombardeio pesado dos oposicionistas.

    A dissidência

    Chegou-se a acreditar que os massacres no sistema prisional de Manaus fosse resultado de uma guerra entre a Familia do Norte, poderosa facção criminosa da Amazônia, travada com o PCC. Na verdade, a briga foi dentro da própria Familia do Norte, onde se criou uma dissidencia batizada de FDN – Potencia Máxima”, conforme noticia o jornal A Critica, de Manaus.

    A mãe Joana

    Como em Rondônia existem fugas quase diárias no sistema prisional a tensão entre as facções criminosas esta afrouxada. Em nosso estado, onde as penitenciarias recebem celulares, drogas e as lideranças tem comunicaçao facilitada com o mundo externo através de recados de esposas e advogados, foge quem quer e na hora que quiser. O sistema virou a casa da mãe Joana.

    Rivalidades tribais

    Na disputa pela cobiçada prefeitura de Porto Velho no ano que vem teremos rivalidades tribais bem afloradas na aldeia. Além do “clássico” envolvendo os favoritos Hildon Chaves x Leo Moraes, já se desenha encrenca das grandes envolvendo o ex-prefeito  Roberto Sobrinho x Herminio Coelho, ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembléia Legislativa do estado. As pelejas prometem

    Via Direta

    ***As regiões de Nova Mamoré e de União Bandeirantes se tornaram as novas fronteiras agricolas de Rondônia *** Também se destacam como bacias leiteiras importantes dentro do contexto estadual *** O que poderia se esperar de um governo brigando com seus  parceiros comerciais, como é o caso dos dos chineses e arabes? *** Os negócios se retrairam e o PIB mixou *** A Ceron-Energisa começou a caçar os “gatos” de energia. Terão muito trabalho em condomínios de ricos e na periferia da capital.

     


    Escreva um comentário

    Arquivos de colunas