Porto Velho/RO, 02 Março 2024 16:12:54
VARIEDADES

O cinema invade o palco do Teatro Palácio das Artes

Mais uma vez o público que prestigia, há anos, as apresentações de balé do Grand Sauté Studio, foi presenteado com os 18 números do..

A- A+

Publicado: 07/11/2023 às 20h09min

Mais uma vez o público que prestigia, há anos, as apresentações de balé do Grand Sauté Studio, foi presenteado com os 18 números do espetáculo “Cine Sauté”, realizado na noite de sábado, 4, na capital.
À frente, a professora e coreógrafa Cléa Rocha, que reuniu um grupo talentoso para encantar os presentes, levando-os numa viagem de música, encantamento e beleza como somente as trilhas sonoras cinematográficas sabem fazer, ainda mais ao acompanhar lindas coreografias criadas e ensaiadas exaustivamente pela Cléa e suas dedicadas bailarinas, das mais variadas idades. O público aplaudiu o espetáculo do começo ao fim.
Série individual de ginástica rítmica abriu a primeira parte com apresentações com bola e mãos livres. Em seguida, veio o duo com bola. Na sequência, gala de ginástica rítmica tendo como trilha a canção tema do musical “O Rei do Show”. O desfile das ginastas encerrou a primeira parte.
A segunda parte do espetáculo trouxe danças solos e em grupos inspiradas nos filmes e animações “Moana”, “A Pantera Cor de Rosa”, o sapateado “O Maquinista – Mickey e Minie”, “Os Smurfs”, “Tinker Bell”, “Aladim” (tapete mágico), solo “Jasmine” (Aladim), “Chapeuzinho Vermelho” (com a participação do Lobo Mau), “Mudança de Hábito”, “A Pequena Sereia” (Encanto da Sereia e A Pequena Sereia e amigos).
Os espetáculos do Grand Sauté Studio têm sempre momentos mais marcantes, mas alguns números realmente arrebatam o público. Podemos destacar, por exemplo, o emocionante “Tributo a Charles Chaplin”. A parte de “Mudança de Hábito”, ficou excelente, não apenas a coreografia, mas o belíssimo figurino usado pelas bailarinas, entre elas, a própria Cléa Rocha.
Por fim, não menos importante, o derradeiro número intitulado “Todas as Aves”, baseado no filme “Rio”, numa nova versão com as araras vermelhas e adultas, enquanto na versão original, eram araras azuis, mas interpretadas por crianças. Assim, o “Cine Sauté” encerrou sua sessão de maneira apoteótica.
Como já é tradição, ao final, todos os participantes retornam ao palco para o grand finale. Mas desta vez, Cléa surpreendeu a plateia, com uma última coreografia, enquanto as cortinas gradativamente iam se fechando sob os aplausos efusivos dos espectadores.
O espetáculo teve o apoio cultural da Funcer (Governo de Rondônia), Speed Wear e Galeria Reski. No dia 10 de dezembro acontece mais uma apresentação, desta vez no Teatro Guaporé, às 19h30.


Deixe o seu comentário