porto velho - ro, 19 Julho 2019 08:37:17

Chagas Pereira

coluna

Publicado: 05/06/2019 às 09h37min

A- A+

O conhecimento é fundamental desde que tenha resultado prático

Crescimento baseado no conhecimento

O conhecimento é importante desde que colocado em prática, na teoria o conhecimento não significa absolutamente nada. Existe uma corrida, normalmente exagerada, em busca do conhecimento, mas, quando adquirido, em praticamente nada contribui para o crescimento pessoal e profissional das pessoas. Por que isso acontece? Porque as pessoas buscam conhecimento para crescer, mas permanecem estagnadas no mesmo lugar. Conhecimento é fundamental desde que tenha resultado prático.

Nós vivemos uma realidade que exige renovação pessoal e profissional, porque as duas coisas se fundem quando o assunto é crescimento. O conhecimento é essencial em todo esse processo. Precisamos conhecer coisas novas, pessoas novas e viver situações novas. Crescer exige renovação e nós precisamos ser renovados, reinventados, diferentes. Vivemos uma realidade alicerçada na inovação, o que nos obriga a mudar. Mas nada em nós poderá ser mudado se não estivermos realmente dispostos a mudar.

Existe em muitos de nós a preocupação de buscar conhecimento, especialmente para o crescimento profissional, mas normalmente nos esquecemos de colocar em prática, de viver o conhecimento que adquirimos. O profissional, independentemente da área em que esteja atuando, precisa ser multi, conhecer de tudo um pouco (ou muito, de preferência), porque essa é uma exigência dessa nova realidade de mercado. E o conhecimento se constitui numa ferramenta indispensável nesse processo.

Não importa o trabalho que estejamos realizando (todo trabalho honesto deve ser valorizado e reconhecido), mas é necessário que sejamos referência, especialmente por meio da ética, da honestidade, da humildade. Continuemos buscando conhecimento, mas não nos esqueçamos de colocá-lo em prática, de vivê-lo no nosso dia a dia. As mudanças são fundamentais, mas devem acontecer primeiramente em nós mesmos. Pensemos nisso!


Escreva um comentário

Arquivos de colunas