Porto Velho/RO, 25 Maio 2020 17:41:50

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 23/05/2020 às 06h49min | Atualizado 25/05/2020 às 17h41min

A-A+

O cuidado com os municípios menores e os riscos de elevação de mortes

Rondônia está vivendo momento de interiorização da Covid-19, doença gerada pelo novo coronavirus. Esse fenômeno foi previsto pelo..

Rondônia está vivendo momento de interiorização da Covid-19, doença gerada pelo novo coronavirus. Esse fenômeno foi previsto pelo Instituto Butantan, no início do isolamento social no país, e, nesta semana, foi novamente percebido em dados divulgados pela Fiocruz. Esse efeito é preocupante já que a última pesquisa indica que, a maioria dos municípios brasileiros estão a pelo menos quatro horas de distância de cidades polos, onde existem melhores infraestruturas de saúde.

Acontece que, nos pequenos municípios a saúde é deficitária, com poucos profissionais disponíveis e estrutura hospitalar incapaz de atender grande demanda. Outro fenômeno preocupante é o envelhecimento da população. Nas cidades mais pacatas existem mais idosos porque o ritmo de vida favorece. Essa população é mais vulnerável às doenças infectos contagiosas e o riscos de mortes se elevam.

Um exemplo dessa dificuldade vem ocorrendo em Guajará-Mirim, onde a gestão municipal de saúde supostamente falhou na condução da pandemia. O nível elevado de mortes levou a Assembleia Legislativa a decretar a intervenção na saúde daquele município. O desespero da população ainda não passou, uma vez que, a força-tarefa criada pelo estado aportou na cidade, mas os reflexos ainda não foram contidos.

Outro lugar que vem surpreendendo é Candeias do Jamari, à 20 quilômetros de Porto Velho. Apesar da população de uns 20 mil habitantes, o município alcançou nesta semana, a quinta colocação em quantitativos de infecções pelo novo coronavirus. Tem ainda, Ouro Preto do Oeste, município polo regional, que a quantidade de casos confirmados é elevada para o tamanho da população.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas