Porto Velho/RO, 15 Agosto 2020 12:01:43

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 15/08/2020 às 12h01min

A-A+

O descuido generalizado e as consequências da pandemia em Rondônia

Quando as autoridades de saúde determinam a evolução de municípios para uma fase mais elevada, no plano de ação estadual de combate a..

Quando as autoridades de saúde determinam a evolução de municípios para uma fase mais elevada, no plano de ação estadual de combate a pandemia do novo coronavirus, a sensação da população é de que o vírus não existe mais. As pessoas saem de casa para qualquer atividade sem tomar quaisquer medidas de precaução. Os resultados tem sido o vai e volta de municípios para as fases do plano de ação, e com isso, as contaminações continuam em níveis alarmantes e os riscos de mortes se mantem altos. 

Falta conscientização geral das pessoas. Não se respeita a própria vida, muito menos a vida alheia. As aglomerações e a realização de atividades de elevados riscos de contaminação vem gerando perdas à vida e a economia. O fenômeno da interiorização da pandemia já era alertado por pesquisadores que alertavam a falta de estrutura de saúde nas pequenas cidades, o envelhecimento da população nos lugares mais isolados e o descuido coletivo.

Nesta semana voltou a faltar remédios essenciais nos tratamentos à Covid-19 no Brasil. O consumo elevado de medicamentos se dá pelo crescimento de novos casos. Os hospitais continuam lotados e quando esvaziam é falta de medicamentos, insumos ou profissionais de saúde. Não tem sido fácil para o povo brasileiro e, a cada semana, aumentam os dados de mortes deixando enlutadas as famílias de mais de 100 mil mortos.

A medida que a população vai perdendo o temor pela doença, os descuidam aumentam e os casos crescem. Essa matemática é percebida em diversos lugares e precisa de ações mais firmes para que todos respeitem as regras. Além das perdas de vidas, tem outros tipos de mortes que precisam ser consideradas: da economia, das empresas de pequeno porte, e dos empregos. É preciso trabalhar uma conscientização em massa para alertar a todos de suas responsabilidades. 


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas