Porto Velho/RO, 11 Setembro 2021 08:31:19

LúcioAlbuquerque

coluna

Publicado: 11/09/2021 às 08h28min | Atualizado 11/09/2021 às 08h31min

A-A+

O Dia na História

Bom dia 11 de setembro!

COMEMORA-SE

  • Dia Nacional do Cerrado
  • Assinatura da Lei do Código do Consumidor em 1990
  • Dia do Árbitro Esportivo

Católicos lembram:

  • Nossa Senhora de Coromoto, padroeira da Venezuela
  • São João Gabriel Perboire
  • São Proto
  • São Jacinto
  • São Boaventura de Barcelona

RONDÔNIA

  • 1788 – Falece D. José Francisco Xavier de Paula Domingos António Agostinho Anastácio, “Príncipe da Beira”, patrono do Real Forte do Príncipe da Beira
  • 1961 – Ênio dos Santos Pinheiro toma posse como governador do Território Federal do Guaporé, o 13º desde a criação do Território em 1943

BRASIL

  • 1823 – Falece Hipólito José da Costa, jornalista criador do primeiro jornal brasileiro (editado em Londres), o Correio Braziliense, ou “Armazém Literário”, que teve 29 edições
  • 1836 — Proclamada a República Rio-Grandense pelos rebeldes durante a Guerra dos Farrapos

MUNDO

  • 1792 — O diamante Hope é roubado junto com outras joias da coroa francesa
  • 1903 — Primeira corrida no Milwaukee Mile (EUA), no autódromo mais antigo do mundo
  • 1944 — II Guerra Mundial: começa a invasão da Alemanha pelos Aliados Ocidentais, na cidade de Aachen
  • 1973 — No Chile o general Augusto Pinochet lidera um movimento militar e derruba o presidente Salvador Allende, assumindo o governo
  • 1997 — A sonda espacial Mars Global Surveyor da NASA chega a Marte
  • 2001 — Em Nova York, o World Trade Center é atingido por dois aviões no maior ataque terrorista nos EUA

FOTO DO DIA

1983. Deputados estaduais, eleitos em 1982, que escreveram a primeira Constituição do Estado de Rondônia, participam de uma das sessões de discussão do documento.

Na fila de baixo, da direita para a esquerda, José do Prado, Arnaldo Martins e Heitor Costa. Em cima, da esquerda para a direita, Jacob Atallah, Francisco Nogueira e, meio encoberto, Walter Bártolo que não assinou a Carta porque, na condição de suplente, na votação do documento final deu o lugar ao titular Walderedo Paiva que se afastara para assumir a Secretaria de Segurança do Estado.

Do grupo só dois estão vivos ainda, José do Prado e Heitor Costa.


Deixe o seu comentário

Arquivos de colunas