Porto Velho/RO, 01 Setembro 2021 13:03:06

LúcioAlbuquerque

coluna

Publicado: 01/09/2021 às 13h03min

A-A+

O dia na história

BOM DIA 1 DE SETEMBRO! COMEMORA-SE: Dia do Profissional de Educação Física. Católicos lembram Santo Egídio. BRASIL 1886 — Nasce..

BOM DIA 1 DE SETEMBRO!

COMEMORA-SE: Dia do Profissional de Educação Física.

Católicos lembram Santo Egídio.

BRASIL

1886 — Nasce Tarsila do Amaral, pintora, principais obras os quadros Abaporu e Antropofagia. 1910 – É fundado o Sport Club Corinthians Paulista, em São Paulo. 1969ª – Com 12 minutos de edição, acontece a 1ª apresentação do Jornal Nacional entra no ar, tendo como âncoras os jornalistas Hilton Gomes e Cid Moreira.

MUNDO

1804 — Descoberto, pelo astrônomo Karl Ludwig Harding (ALE) o asteroide Juno, um dos maiores que se conhece. 1902 — George Méliès apresenta “Viagem à Lua”, 1º filme de ficção científica. 1929 – Nazistas explodem bombas no Reichstag em Berlim, iniciando a ascensão de Hitler. 1939 – Hitler manda invadir a Polônia. A França e Inglaterra exigem retirada nazista em 3 dias. 1952 — Publicado pela 1ª vez o romance vencedor do Prêmio Pulitzer, O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway. 1985 — Pesquisadores encontram pela 1ª vez os restos do Titanic, naufragado há 73 anos.

FOTO DO DIA

Em época de “pet shop”, “drug store”, “coiffer, “home office”, “delivery” e “n” outras palavras importadas embutidas em nosso idioma, é bom lembrar que isso não é novidade. No futebol já tivemos esses usos, que foram descartados, como golkeeper, of-side, center-half, coisas assim, mostrando que sempre inserem palavras estrangeiras em nossa forma de escrever e falar. Edição do Jornal Alto Madeira, em 1948 noticia: o melhor golkeeper do Norte estava chegando para jogar pelo Ypiranga no campeonato local. Era Simeão Tavernard que pela seleção paraense fechara o gol contra a seleção carioca, pelo Campeonato Brasileiro, no ano de 1947. Em pleno Maracanã. Simeão (Foto com a seleção do Guaporé em 1952), era baixo mas, contam quem o viu jogar, tinha grande elasticidade e justificava a fama.


Deixe o seu comentário