porto velho - ro, 16 Outubro 2019 21:49:16

    Chagas Pereira

    coluna

    Publicado: 13/04/2019 às 09h44min

    A- A+

    O direito à felicidade e a melhoria de vida das pessoas

    Mais sacrifícios são exigidos agora, nas reformas já vindas e por vir.

    O direito à felicidade

    Dados da ONU, e FGV Social apontam que desde 2015 o Brasil caiu 16 posições e ficou em 32.º lugar no conjunto avaliações que engloba aspectos econômicos, expectativa de vida, e confiança em instituições públicas. É um país que quer entrar a todo custo no clube dos países ricos.

    As práticas econômicas de cada tempo, resultaram em um Brasil com alto desemprego e crônica desigualdade. Mais sacrifícios são exigidos agora, nas reformas já vindas e por vir.

    Os povos da Amazônia contemplam e pisam diariamente sobre o chão que internacionalmente se considera um dos raros paraísos no planeta coalhado de desastres ambientais e desumanidade, como demonstra o drama dos refugiados. É justo, assim, supor que nossa gente merece melhorar de vida.

    Medindo desde 2014, o progresso social dos povos amazônicos que vivem em terra maravilhosa e repleta de riquezas, o Índice de Progresso Social na Amazônia Brasileira, com dados de 772 municípios da Amazônia Legal, apontou que de lá até 2018 não houve avanço no progresso social da região nos últimos quatro anos. Vencer esse quadro requer menos bate-boca e mais debate.

    ……………………………..

    Foi armação

    Foi armação, e isto partiu a própria Políca da capital, a noticia dando conta da prisão do ex-governador Daniel Pereira e do seu afastamento do Sebrae. De fato, uma operação Policial existiu – foi extensiva as residencias de Mirandinha, ex-chefe da casa civil e do ex-deputado estadual Cleyton Roque – mas a situação não redundou nem na propalada prisão do ex-governador, tampouco na sua saída do Sebrae.

    Antifantasmas

    O ministro da Justiça Sérgio Moro vista Rondônia na quarta-feira para falar do seu Pacote Anticorrupção, prestigiando também o lançamento local de medidas de combate a corrupção lançadas pelo governador Marcos Rocha (PSL). As autoridades poderiam também, na mesma ocasião, lançar um pacote antifantasmas. A coisa só tem se agravado por aqui nos últimos anos causando enormes prejuizos ao erário.

    As fronteiras

    O que se espera do Ministério da Justiça são ações efetivas para sustar tantas fugas de presos em Porto Velho e no estado, o que tem se transformado em rotina. Também medidas de proteção as nossas fronteiras com os paises produtores de drogas, já que o narcotráfico responde por 70 por cento da criminalidade amazonica e pela superlotação dos presídios em Rondônia, Acre e amazonas.

    Em Candeias

    No vizinho município de Candeias, cidade satélite de Porto Velho, as eleições suplementares são esperadas, depois da cassação do atual prefeito que teve negada liminar para voltar ao cargo. O ex-deputado federal Lindomar Garçon (PRB-RO) começa a consultar suas bases sobre a peleja. Garçon já foi prefeito três vezes naquele município e é considerado franco favorito.

    A previdência

    Mesmo com a arrecadação em declinio com relação aos anos de fartura da construção a usinas, com aterrorizante taxa de desemprego, os aposentados e pensionistas rondonienses podem ficar tranquilos com relação a previdêncai estadual. Dos 27 estados, apenas Rondônia, Roraima, Amapa e Tocantins estão com caixa. Por coincidência são os estados mais novos, criados a partir da década de 80.

    Via Direta

    *** As porteiras dos presídios estão abertas com centenas de foragidos e a classe política rondoniense não se posiciona *** Vereadores e deputados mais se assemelham a avestruzes que metem a cabeça na terra para se esconder quando exigidos para se posicionar *** Uma carrada de inspetores de quarteirão esta entrando na corrida sucessória municipal em PVH *** Até aquele ex- deputado que queria matar Confucio e um ex-doido entraram na jogada ***Não é coisa de louco?


    Escreva um comentário

    Arquivos de colunas