Porto Velho/RO, 04 Abril 2020 11:46:01

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 04/04/2020 às 11h45min

A-A+

O ‘eu acho’ está causando mais desespero que o vírus

O ‘EU ACHO’ ESTÁ CAUSANDO MAIS DESESPERO DO QUE O VIRUS

 

A credibilidade alcançada pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta vem incomodando o presidente Jair Bolsonaro que não aceita sombra. Já deu um chega prá lá no vice-presidente Hamilton Mourão, depois no ministro Sérgio Moro, no Onix Lorenzoni e será assim com tantos conseguirem brilho próprio.

Mandetta com sua postura técnica conseguiu evitar um caos maior de contaminação interna. Excluído de todas formas, o ministro ganhou força com aliados de todas as naturezas e poderes, e conseguiu também a expressiva conquista da opinião pública, beirando 80 pontos percentuais. Sua voz ecoou no Brasil que estava ignorando o perigo, depois de vozes do ‘eu acho’ estava submetendo uma nação inteira ao risco profundo.

É imprevisível saber o que acontecer no Brasil a partir da segunda quinzena de abril. Esperamos que o país volte ao normal e que o vírus não tenha caminhando tanto como o previsto. Apesar do otimismo que deve imperar para minimizar o pânico, os fenômenos repetidos na Europa e nos Estados Unidos da América podem se repetir por aqui. O Brasil é tão despreparado para esse tipo de crise como qualquer outra nação.

O mundo se preparou para todos os tipos de guerras: contra inimigos, contra terroristas, contra-ataques de mísseis, mas não se preparou para um inimigo invisível que já existia e se reproduzia com mutação em ritmo acelerado. Basta um espirro para que milhões desses vírus se espalham e afetam milhares de pessoas. Que o Brasil possa passar por esse pesadelo mundial sem grandes perdas, apesar de outros desastres já previstos como o desemprego e quebradeira. Se fique somente no ‘eu acho’.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas