porto velho - ro, 01 Novembro 2019 17:10:11

    LeandroMazzini

    coluna

    Publicado: 26/10/2019 às 08h40min

    A-A+

    O impacto econômico do desastre também é incalculável

    Óleo tóxico Equipes de segurança e técnicos que trabalham para conter a expansão das manchas de óleo no litoral do Nordeste estimam..

    Óleo tóxico

    Equipes de segurança e técnicos que trabalham para conter a expansão das manchas de óleo no litoral do Nordeste estimam que a quantidade recolhida nas praias até agora não corresponde a um terço do total de petróleo derramado. Os danos ambientais também são incalculáveis, apontam. A fauna e a flora ambientais poderão levar 30 anos para se recuperarem. As manchas atingiram, até agora, mais de 88 municípios. Apesar dos alardes dos governos Federal e estaduais, faltam alertas efetivos para a população evitar banhos de mar e o consumo de peixes e crustáceos, já que o produto é altamente tóxico.

    Investigação 

    Os 30 navios que estão sob investigação são todos suspeitos de levar óleo bruto, sem nota fiscal, da Venezuela para países asiáticos. 

    Impacto 

    O impacto econômico do desastre também é incalculável. Muitos resorts, hotéis e pousadas já estão amargando prejuízos com o cancelamento de reservas por turistas. 

    Pesca

    O óleo atingiu em cheio o limite das 200 milhas do território brasileiro. A “pesca saudável” só é permitida após esse limite, mas pescadores não têm barcos para isso. 

    Previdência

    Aprovada em dois turnos na Câmara e no Senado, a reforma da Previdência ainda não tem data certa de promulgação. Isso porque, pelo acordo firmado para aprová-la, a PEC só será promulgada depois da aprovação do projeto de lei que vai garantir o direito à aposentadoria para trabalhadores de atividades perigosas. 

    Previdência 2

    Depois de enviado pelo Governo ao Congresso – ainda sem data prevista – o projeto terá que ser discutido e aprovado pelo Senado e pela Câmara. As novas regras previdenciárias entram em vigor na data da promulgação da PEC.

     

    Impacto

    A economia com a reforma da Previdência poderá ser menor que a projetada pelo Governo, de R$ 800 bilhões nos próximos 10 anos. A Instituição Fiscal Independente, vinculada ao Senado, estima que o impacto fiscal ficará em torno de R$ 630 bilhões. 

    Inadimplência

    A inadimplência das empresas cresceu 4,14% em setembro na comparação com o mesmo mês de 2018. Apesar do aumento, houve um pequeno recuo na quantidade de dívidas em atraso no nome de pessoas jurídicas: 0,38%. 

    Sul 

    Todas as regiões apresentaram crescimento no número de empresas inseridas no cadastro de negativados. A região Sul puxou a alta de contas em atraso no último mês, com avanço de 6,37% na comparação com igual período de 2018. Em seguida aparecem o Sudeste e o Norte. Os dados são do Indicador de Inadimplência de Pessoas Jurídicas.

    Minha dívida

     

    Os pagamentos em atraso do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ já somam R$ 500 milhões. E devem fechar o ano no negativo já que não há previsão de liberação orçamentária para o programa. Uma das alternativas em avaliação pelo Governo é liberar recursos do leilão de do pré-sal que será realizado no início de novembro. 

    Esporte

    O deputado Federal João Campos (PSB-PE) quer incluir a prática desportiva como um dos princípios do ensino. Protocolou projeto (PL 5.432) que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para reforçar o vínculo entre educação e esporte.

    Intercâmbio

    O vice-prefeito de Tel Aviv, Roberto Reuven, visitará o Rio de Janeiro em novembro para intercâmbio ambiental. O roteiro inclui visita às Hortas Cariocas, implantadas em 47 comunidades do Rio. 

     

    ESPLANADEIRA

    #  ADirecional Engenharia inaugura hoje no stand do Pátio Central, no bairro do Cambuci, região central de São Paulo, um tour de realidade virtual pelos dois primeiros empreendimentos que serão erguidos. 


    Escreva um comentário

    Arquivos de colunas