Porto Velho/RO, 03 Janeiro 2020 09:20:24

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 03/01/2020 às 09h20min

    A-A+

    O inverno amazônico finalmente deu as caras para valer

    Fábrica de boas notícias Povos, líderes, empresários, cientistas e o mundo cultural amazônicos tentam desfazer as más impressões..

    Fábrica de boas notícias

    Povos, líderes, empresários, cientistas e o mundo cultural amazônicos tentam desfazer as más impressões detonadas pelo maior temor da humanidade – sua extinção pelo descontrole do aquecimento global. A política equivocada de negar os fatos, exigir dinheiro e deixar a rédea solta não funciona.

    É preferível um conjunto de ações amigáveis, debate respeitoso e boa informação, com os diversos lados das situações, sem o viés ofensivo das redes sociais, que privilegiam bolhas, menosprezam e criminalizam o pensar diferente.

    O respeitado escritor amazonense Alfredo Lopes sintetizou em uma simples fórmula as ações amigáveis e positivas que tendem a produzir resultados favoráveis quando se trata de vencer o medo mundial, desenvolver rapidamente a economia regional e ajudar o Brasil a sair do atoleiro: “Temos que debater com as mangas arregaçadas, implantando, promovendo e premiando os Negócios Sustentáveis da Amazônia”, diz ele.

    Por ora, os prêmios de maior impacto vieram de fora, como o dos 40 anos da Universidade do Algarve (Portugal) e o Prêmio Unesco-Japão de Educação para o Desenvolvimento Sustentável, entregue em novembro à Fundação Amazonas Sustentável, primeira organização brasileira e sul-americana a recebê-lo.  

    Reconhecer boas ações e premiá-las gera uma cascata de boas notícias.

    ……………………………………………….

    As semelhanças

    Os dois candidatos a prefeito de ponteira em Porto Velho – o prefeito Hildon Chaves (PSDB) e o deputado federal Leo Moraes (Podemos) têm algumas semelhanças entre si, além do carisma no trato com a população: ambos iniciaram as respectivas carreiras, como lideranças estudantis em Curitiba. Ambos foram mandatários na capital paranaense da entidade mater dos estudantes universitários e dirigentes combativos em épcoas dsitintas.

    Mais Brasil

    Assim que volte do recesso parlamentar, o Senado deve votar o Plano Mais Brasil, um verdadeiro pacote de propostas apresentadas pelo presidente Jair Bolsonaro com o objetivo de cortar os gastos públicos. O principal objetivo é a retomada do crescimento economico do País. O plano é formado por três propostas de emendas a Constituição que serão votadas separadamente nos primeiros meses de 2020.

    A desfaçatez

    Impressiona a desfaçatez dos políticos, sejam os envolvidos nas operações da Policia Federal em Rondônia com a Assembléia Legislativa e o governo do estado nos últimos anos, seja com aqueles da porção rondoniense enrolada com a Operação Lava Jato. Vamos ver se o pacote anticrime de Sérgio Moro consegue reverter o cinismo dos rapinadores do erário, que segue desenfreado, do pãozinho da merenda escolar em órgãos municipais e estaduais a sangria nas estatais.

    Shopping travado

     A conclusão do shopping dos Gonçalves na Zona Leste de Porto Velho, que seria inaugurado antes do Natal travou de vez. Ainda não existe uma nova data definida para o centro de compras entrar em operação. Por enquanto só o supermercado esta ativado e com grande movimento. O Grupo até agora não emitiu nota explicando os problemas ocorridos com o atraso e a nova data da inauguração.

    Os arranha-ceús

     Com a construção de inúmeros arranha-céus na capital rondoniense – uns 20 simultaneamente – melhorou o quadro de postos de trabalho na construção civil, que capengava já há quatro anos. Ainda a respeito da construção civil, a inauguração do novo predio do Tribunal de Justiça de Rondônia, na av. Pinheiro Machado revitalizou o mercado imobiliário no bairro Olaria e próximidades.

    Via Direta

     *** O inverno amazônico finalmente deu as caras para valer e Porto Velho se transformou num imenso igapó. A cidade já está enrolada com as alagações e as mãezinhas dos prefeitos de Rondônia enxovalhadas pelos seus moradores*** Antigos prostibulos resistem na região central da capital, como a Maria Eunice e a Tartaruga, ambas com quase meio século de atividades no lenocínio*** Notífagos de eras passadas, já anciões ainda perambulam pelos estabelecimentos*** Com as investigações da Polícia Federal, alguns órgãos públicos finalmente reduziram o numero de servidores fantasmas***Uma boa economia para o erário, porque a coisa estava escandalosa*** Rondônia tem forte tradição com a fantasmarada*** Na década de 90 existiam servidores fantasmas rondonienses morando nos EUA, Afríca do Sul e na Europa. Coisa de louco. 


    Deixe o seu comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas