porto velho - ro, 12 Setembro 2019 19:16:29
    Diário da Amazônia

    o resgate da Exposição Agropecuária de Porto Velho

    Desde o governo de Ivo Cassol não víamos tanto investimento no segmento cultura/lazer. O governo do Coronel Marcos Rocha apesar de..

    A-A+

    Publicado: 15/08/2019 às 09h20min

    Desde o governo de Ivo Cassol não víamos tanto investimento no segmento cultura/lazer. O governo do Coronel Marcos Rocha apesar de algumas atitudes egoístas, por parte de alguns dirigentes, está se mostrando bem na foto, como se diz na gíria.

    *********

    Mal sentou na cadeira de verdade, já promoveu um dos melhores “Arraial Flor do Maracujá”, não fosse a falta de bom senso para com as entidades que trabalham com nossas danças folclóricas, com certeza teria recebido o troféu de melhor de todos os “Maracujás”.

    **********

    Mal terminou o Flor do Maracujá, sua equipe cultural entrou em campo e terminou por anunciar a realização ou como querem, o resgate da Exposição Agropecuária de Porto Velho que estou querendo intitular de “EXPO – AGROVEL – Exposição Agropecuária de Porto Velho”.

    **********

    Os Editais cujos pagamentos estavam emperrados há quase um ano, estão sendo sanados perante seus vencedores.

    *********

    Quer dizer, graças a determinação do senhor governador Coronel Marcos Rocha o Superintendente da Sejucel ta se saindo até certo ponto a contento.

    **********

    É claro que não é unanimidade dentro do segmento cultural, por andar promovendo algumas ações consideradas como precipitadas, como foi o caso de promover o “despejo” das entidades que mantinham atividades, no prédio conhecido como “MUSEU” na avenida Sete de Setembro em frente ao Ferroviário.

    **********

    É preciso reconhecer, que não foi o Jobson quem tirou as entidades de lá. Uma ação judicial vinha tramitando desde o governo de Confúcio Moura. Uma ação de reintegração de posse cuja sentença final saiu agora. Como o Jobson é o atual superintendente da Sejucel tá pagando o pato. É clássico “Pagar pelo pecador” sem saber nem do que se tratava.

    **********

    Bom, diante da reativação da Exposição Agropecuária de Porto Velho, quem está eufórica é a turma das escolas de samba.

    ***********

    Reginaldo Makumba e os dirigentes de todas as escolas de samba de Porto Velho, acreditam que, mesmo sem ser da responsabilidade do governo estadual, os DESFILES DAS ESCOLAS DE SAMBA contarão com total apoio do governo estadual, via Sejucel.

    **********

    Essa é a aposta dos carnavalescos, tanto que tenho observado uma constante movimentação de dirigentes carnavalescos lá pelo CPA.

    **********

    Pelo que estão falando, no próximo mês de outubro, o governo estadual vai realizar em Cacoal, a Conferencia Estadual de Cultura o que quer dizer, que após passar todo governo de Confúcio Moura sem funcionar por falta de apoio.

    **********

    O Conselho Estadual de Cultura vai conseguir eleger seus novos membros e discutir com os delegados dos Conselhos Municipais a Cultura do Estado de Rondônia.

    ************

    Outro segmento que está recebendo todo o apoio do governador é o do Turismo. A SETURA que tem a frente o Gilvan Pereira está com uma série de Projetos em andamento. O carro chefe é o VIAJA MAIS SERVIDOR que dentro em breve entra em ação.

    ***********

    Aliás, você amigo leitor, precisa fazer uma visita ao Memorial Rondon que fica na Vila de Santo Antônio bem ao lado a igrejinha.

    **********

    E aproveita faz um passeio de litorina. A estação da litorina fica pertinho do Memorial. E tem o Turismo na Escolas que também está funcionando a pleno vapor, levando alunos dos colégios a visitar os pontos turísticos/históricos de Porto Velho.

    **********

    Agora mesmo a equipe de turismólogo da SETUR está em campo, mapeando os atrativos que deverão fazer parte do roteiro do Viaja Mais Servidor.

    *********

    Falta só colocar para funcionar em sua plenitude, a FUNCER que está sem presidente. A FUNCER é responsável pela Casa da Cultura Ivan Marrocos, Palácio das Artes, Museu da Memoria Rondoniense e Bibliotecas estaduais.



    Escreva um comentário