Porto Velho/RO, 01 Junho 2021 09:32:19
Geral

Obra de recuperação da BR-429 está autorizada pelo DNIT

Rodovia se encontra em condições precárias de segurança viária e tráfego

Por Redação Diário da Amazônia
A-A+

Publicado: 01/06/2021 às 07h00min | Atualizado 01/06/2021 às 09h32min

Situação da BR-429 é de precariedade

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) emitiu ordem de serviço para o início da obra de manutenção da rodovia BR-429, que liga Presidente Médici a Costa Marques. A extensão dos serviços é de 157,3 quilômetros com início autorizado desde o dia 27 de maio, quinta-feira passada. Os recursos são do Plano Anual de Trabalho e Orçamento e a contratada é a empresa LCM Construção e Comércio S/A.

O trecho contratado fica entre a BR-364 (A), em Ji-Paraná, até a RO-478, na fronteira do Brasil com a Bolívia, em Costa Marques. O subtrecho compreende da BR-364 em Presidente Médici até Seringueiras, do segmento do Km 41 ao Km 198,3 a cargo do DNIT sob a coordenação da Superintendência Regional em Rondônia.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) destacou que os serviços são fundamentais para a segurança viária e para evitar transtornos para os moradores ao longo da rodovia.

 

O senador Acir Gurgacz

“Eu tenho acompanhado, como sempre, a manutenção das rodovias federais em Rondônia e estou muito preocupado com o que vem acontecendo na BR-429. Primeiro porque as pontes não estão alinhadas com o asfalto aumentando os riscos de acidentes e isso o DNIT já deveria ter resolvido, e também os inúmeros buracos que surgiram ao longo da rodovia”, enfatizou.

O senador também considerou que a demora na liberação da obra fez com que a rodovia se tornasse uma colcha de retalhos, devido aos inúmeros buracos.

“Assim como fomos incisivos na cobrança pelo início da obra, também vamos acompanhar de perto a execução, para que aconteça dentro do melhor padrão de qualidade”, destacou Acir Gurgacz.



Deixe o seu comentário