porto velho - ro, 21 Março 2019 08:20:01

Leandro Mazzini

coluna

Publicado: 21/12/2018 às 07h45min

A- A+

Oportunismo na bomba

Oportunismo na bomba Os conselheiros da Agência Nacional de Petróleo (ANP) terão um Natal turbinado se atentarem para o que se engendra..

Oportunismo na bomba

Os conselheiros da Agência Nacional de Petróleo (ANP) terão um Natal turbinado se atentarem para o que se engendra entre tanques das grandes distribuidoras – que dominam quase 80% do mercado nacional. Com o incêndio que ocorreu na última segunda-feira, 17, na Refit, refinaria em Manguinhos (RJ), as grandes distribuidoras já se organizam para elevar o preço do combustível no Rio de Janeiro. E o consumidor é quem paga a conta do oportunismo capitalista.

Bandeira branca

A aposta é que falte combustível nos postos ‘bandeira branca’ e, com isso, essas empresas vislumbram a oportunidade de faturar mais durante as festas de final de ano com a alta demanda nos postos.

Filas

Em Brasília, os motoristas já fazem filas desde a quarta-feira à noite em alguns postos de bandeira branca para garantir o combustível mais barato.

Dando bandeira

Os diretores da ANP, que não saem dos gabinetes para encher o tanque, estão por fora do ocorrido:em nota, a Agência informa “que não tem essa informação”. A gasolina chegou a subir 6% em postos do Rio.Segundo a ANP, “no momento não há risco de desabastecimento”. A conferir.

Comércio

O presidente da Fecomércio RJ, Antônio Queiróz, está fechando o ano com uma boa notícia para o setor: pesquisa exclusiva que será divulgada hoje aponta que os fluminenses estão com boas expectativas para 2019.

Renda

57,3% dos entrevistados acreditam que a renda vai aumentar. “Depois de um ano muito difícil, ver o consumidor esperançoso reforça o otimismo do empresariado”, disse Queiróz com exclusividade para a Coluna. A Fecomércio ouviu 1207 pessoas entre os dias 13 e 16 de dezembro na capital e municípios do Estado.

Independência

A Advocacia do Senado irá alegar “independência e harmonia de poderes” no recurso que será apresentado ao STF para tentar reverter a decisão do ministro Marco Aurélio Mello que determinou que a eleição para a presidência da Casa seja aberta.

Liminar

A liminar foi deferida a partir de um mandado de segurança protocolado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS). O parlamentar afirma que a decisão de Marco Aurélio confirma que “a transparência venceu a velha política”.

Saído

Antônio Claret espalha que pediu demissão da Infraero. Mas a verdade que taxia nos corredores da estatal é que o ex-presidente foi demitido após reunião do Conselho diretor. Claret estava forçando uma aproximação com os militares que vão mandar na Infraero no iminente Governo Bolsonaro, conforme a Coluna publicou.

Te cuide, passageiro

Em áudio obtido pela Coluna, piloto da Latam que fez pouso de emergência em Confins diz que sistemas elétricos estão falhos e avião pesado. Já a Torre não sabia de pronto informação básica: extensão da pista. Te cuide, passageiro.

Ceia

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), dirigentes do Partido da Causa Operária (PC do B) e outras legendas que defendem a libertação de Lula esperam reunir 500 pessoas na ceia da Vigília Lula Livre, dia 31, em frente à PF de Curitiba.

Judiciário

Ontem, depois de o presidente do STF, Dias Toffoli, derrubar a decisão do ministro Marco Aurélio que poderia libertar Lula, parlamentares petistas fizeram vigília em frente à PF e voltaram a criticar o Judiciário. “O que aconteceu não é um fato qualquer. O presidente Lula mais uma vez sofre as consequências de tudo aquilo que ele representa”, diz Paulo Pimenta (RS), líder do partido na Câmara.

 Pacífico

Apesar de ser eleitor e admirador de Fernando Haddad, além de amigo de Lula, Agnaldo Timóteo diz que não vai fazer oposição “ferrenha” a Jair Bolsonaro: “Ele é de direita assumido, mas tem carisma. Só não gosto do Moro, que sempre foi PSDB e não sei por qual motivo aceitou um cargo no governo do PSL”.

ESPLANADEIRA

A cantora Hanna começou a gravar o clipe Só danço o samba, em homenagem aos autores, Vinicius de Moraes e Tom Jobim, e ao principal intérprete, João Gilberto, que gravou a música em 1964.


Escreva um comentário

Arquivos de colunas