Porto Velho/RO, 04 Dezembro 2020 08:48:51

CarlosSperança

coluna

Publicado: 04/12/2020 às 08h48min

A-A+

Orgulho do Madeira e Morar Melhor são ninhos de foragidos ligados a facções criminosas

A visão positiva  Enquanto o mundo despreza o Brasil por conta das estripulias dos ministros do Meio Ambiente (Ricardo Salles) e Ernesto..

A visão positiva 

Enquanto o mundo despreza o Brasil por conta das estripulias dos ministros do Meio Ambiente (Ricardo Salles) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), que pioram dia a dia a imagem do país no exterior, uma inteligente comerciante enriquece promovendo uma visão positiva das coisas brasileiras, sobretudo da Amazônia. Ela é a joalheira Sílvia Furmanovich.

Provavelmente a campeã nacional em agregação de valor, rainhas, princesas e encantadoras atrizes dos mais premiados filmes exibem as joias e adornos que ela produz com fiapos de produtos da floresta e da terra amazônicas que em suas mãos se transformam em milhares de dólares. A preferência de astros e estrelas da moda mundial pelas joias amazônicas de Sílvia – nome que significa “aquela que habita na floresta” – lhe valeu o privilégio de ter seu trabalho retratado em livro da editora Assouline  – só a H. Stern antes dela recebeu essa honraria.

Difícil entender porque os políticos estragam tanto a imagem do Brasil se no exterior clientes e público estão ávidos para conhecer – e pagar bem – pelos produtos da nossa floresta. Vale, no caso, a historieta do distraído que topou o dedão numa pedra e saiu blasfemando. Alguém que veio atrás e viu a cena limpou a pedra e a transformou numa brilhante e preciosa joia. No fundo, trata-se de saber aproveitar oportunidades. Ou desperdiçá-las. Sílvia sabe, alguns líderes brasileiros parece que ainda não.

……………………………………………………………….

Os entendimentos

Nos bastidores rolam comentários dando conta que já começaram os entendimentos para que o deputado estadual Eurípedes Lebrão (MDB-São Francisco) seja “punido” pelo episódio das propinas. O afastamento, mesmo temporário, é conveniente para os dois lados: para a casa de leis que dá uma resposta a sociedade, mesmo que a coisa seja para inglês ver, e para o próprio Lebrão que fica fora do olho do furacão alguns meses até que a cosia caia no esquecimento. Depois volta belo e fagueiro.

Ninho de apenados

As recentes operações policiais em Porto Velho comprovaram que os grandes conjuntos habitacionais, como Orgulho do Madeira e Morar Melhor são verdadeiros ninhos de apenados foragidos ligados a facções criminosas. Não é de se estranhar que tenham se tornado quarteis generais do narcotráfico com as facções criminosas ditando as regras para os moradores, reféns dos traficantes e de toda espécie de pilantras dedicados a extorsão e até negócios imobiliários.

As festividades

Enquanto Porto Velho terá um Natal apagado, sem decoração natalina e triste cm a pandemia acelerada, os municípios de Ariquemes e Ji-Paraná terão um panorama bem diverso. Nestas cidades do interior os prefeitos se uniram as associações comerciais e vão atrair turistas com o maior Papai Noel de Rondônia na capital da BR e a maior árvore de Natal (uma verdadeira torre) que já ilumina Ariquemes. É o interior rondoniense, sempre mais competente nas festividades natalinas. Interessante: por lá não teve proibição do TCE… 

Vacas com sutiã!

 E o mundo está mudando, como dizia aquela melodia dos Caçulas ainda na década de 80: Além da ciência, das redes sociais, dos programas espaciais e das pandemias já temos vacas usando sutiãs para melhorar a produção leiteira e cavalos com fraldões para não sujar as ruas asfaltadas das grandes cidades brasileiras. O que não muda são políticos farsantes aplicando  golpes no erário e, com auxílio da própria justiça, se livrando das penalidades mais duras, sendo “punidos” com prisão domiciliar…

Fazendo as contas  

Por tudo o que vem ocorrendo – principalmente a impunidade na política – é que os criminosos fazem as contas: é melhor se dedicar a política do que a outros malfeitos, pois os ganhos são maiores do que do tráfico de drogas e ao mesmo tempo as penas são mais amenas. Os políticos rapinam, são pegos em flagrante, ficam alguns meses presos e depois são liberados para cumprir suas penas em seus domicílios. Esta assim no Brasil inteiro.

………………………………………………. 

Via Direta

***O  atual presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho Edvilson Negreiros (PSB) larga como favorito para a eleição na casa de leis*** Deverá contar com o apoio do prefeito reeleito Hildon Chaves (PSDB) para facilitar a tarefa*** Passada a ressaca da eleição em Ariquemes, o ex-deputado estadual Tziu (Solidariedade) deve entrar na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2022*** O vice prefeito de Ariquemes Lucas Folgador também derrotado no pleito passado planeja  conquistar uma cadeira na Câmara dos Deputados*** Ainda se tratando de 2022, o ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires (PSB) é estimulado para disputar a Câmara do Deputados*** E já se fala desde já numa renovação histórica na Assembleia Legislativa. 

 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas