Porto Velho/RO, 08 Dezembro 2019 05:35:10

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 18/03/2019 às 08h57min | Atualizado 19/03/2019 às 09h56min

    A-A+

    Os eleitos em 2018 precisam assumir suas responsabilidades

    Plano para Amazônia Os avisos de que os eleitos em 2018 precisam dar fim à campanha e assumir suas responsabilidades como governantes e..

    Plano para Amazônia

    Os avisos de que os eleitos em 2018 precisam dar fim à campanha e assumir suas responsabilidades como governantes e parlamentares é corretos. Manter a polarização insultante de uma campanha sem debates respeitosos dará no fruto amargo das reformas adiadas.

    Governantes precisam ter noção de que governam para todos e não para redes sociais. Parlamentares devem conciliar seus deveres partidários com o respeito aos cidadãos que anseiam por mudanças. Não se pode adiar o debate sério. É hora de cada um dar de si o que tem de melhor.

    Uma ótima oportunidade para isso é a consulta pública virtual aberta pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) que desde ontem acolhe a participação da sociedade para a elaboração do Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia.

    Juntando esforços da Sudam, Ministério de Desenvolvimento Regional, demais entes federais presentes na Amazônia Legal e governos estaduais, o PRDA vai projetar ações a ser desenvolvidas no quadriênio 2020–2023. Por mais que o documento final esteja fadado a ser um calhamaço técnico, seu conteúdo é tão importante quanto o pênalti que segundo Neném Prancha deveria ser cobrado pelo presidente do clube. Nesta consulta pública, todo amazônida pode ser um “presidente”.
    …………………………………………………
    Com desprezo

    Tenho conversado com alguns deputados estaduais e federais que não se relegeram e constatei que alguns deles ainda estão deprimidos com os resultados das urnas em outubro passado. A situação se agrava em algumas situações, pois os barrados nas urnas são tratados com desprezo. Em ocorrências passadas já vi funcionário da Assembléia Legislativa virar a cara e até cuspir do lado ao se deparar nos corredores com parlamentar derrotado.

    A reeleição

    Com vários problemas resolvidos nos últimos dias, entre eles a aquisição da massa asfaltica que retardava a operação tapa-buracos, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB) começa o verão otimista com seu projeto de reeleição. No campo político se monta uma poderosa coalizão liderada pelo PSDB/PR/PRB/PSD, noutro viès, as obras vão deslanchar com o sol a pino.

    O marketing

    Vejam só: com o setor de imprensa evoluindo, e numa sintonia melhor entre a comunicação e o marketing, o prefeito luta como um leão contra ferozes opositores interessados em escorraçá-lo do Paço Tancredo Neves nas eleições do ano que vem. Já dá para constatar um novo ânimo no alcaide tucano. Deve ter boa cartas na manga e já esta usando as redes sociais com eficiência.

    Tentáculos tucanos

    E por falar nos tucanos, eles estão se armando até os dentes para conquistar a prefeitura de Ji-Paraná no ano que vem. O ex-senador Expedito Junior e o prefeito da capital Hildon Chaves deverão apoiar o projeto do deputado Laerte Gomes, atual presidente da Assembléia Legislativa para o Palácio Urupá, a sede do governo municipal da capital da BR.

    Vale do Jamari

    Constatato que o Vale do Jamari é a região mais prejudicada pelo rigor do inverno amazonico – a nossa estação das chuvas que esta chegando ao fim – nesta temporada em Rondônia. Nunca, na história da região polarizada por Ariquemes – conhecida como Confucionópolis – foi tão afetada com queda de pontes, rodovias interditadas e pelas alagações causadas pela elevação dos rios e igarapés – E com tantos prejuizos.


    Deixe o seu comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas