porto velho - ro, 12 Setembro 2019 18:15:33
    Diário da Amazônia

    Os oito governadores do Norte são ligados a Bolsonaro

    Frase do dia “É preciso considerar se esta lei tem a dose certa de normatividade ou se, ao errar na dose, faz como um remédio que se..

    A-A+

    Publicado: 20/08/2019 às 15h18min

    Frase do dia

    “É preciso considerar se esta lei tem a dose certa de normatividade ou se, ao errar na dose, faz como um remédio que se torna veneno e mata o paciente”–Raquel Dodge 

    1-Revolução na mata I

    Os oito governadores do Norte inclusive Marcos Rocha de Rondônia e Denarium de Roraima ambos do PSL e intimamente ligados a Bolsonaro se juntaram a Mato Grosso contra o escracho que o capitão deu na Alemanha e Noruega por conta da suspensão de repasses ao Fundo Amazônia que existe desde 2008, mantido quase que apenas pela Noruega – 94% – e Alemanha. Em nota pública os nove que formam o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento da Amazônia Legal lamentam a atitude do governo, reiteram apoio ao Fundo e querem o BASA operando no lugar do BNDES. Estranho!

    2-Revolução na mata II

    Não sejamos inocentes. O que tem de ONG gringa cobiçando a Amazônia não está no gibi. E o que tem de brasileiro cobiçando a grana do fundo idem. A porteira amazônica sempre foi escancarada ao desmatamento, biopirataria, extração irregular de minério e o achismo e falta de conhecimento dos que se arvoram a falar dela, – de longe claro – relevam a falta de dados e ideologizam o foco que vai para o destempero e xenofobia. Não precisa abdicar do controle de turistas, nacionais ou não e de pesquisadores pelo Fundo Amazônia. A pior opção é ficar sem controle e sem fundo. Aí sobram bravatas. 

    3-Barulho na comunicação

    Confesso minha dificuldade para entender o momento atual. Algumas peças do jogo são mexidas de modo aparentemente aleatório, algo incomum tanto no xadrez quanto na política. Há algo no ar além das bruxas voando em suas vassouras. Como entender as intervenções na Receita Federal, Polícia Federal e Coaf, que parecem ter algo a ver com a troca de comando na PGR, com a votação e a aprovação frenética da Lei de Abuso de Autoridade, bem como indicação do deputado Eduardo Bolsonaro para a embaixada dos EUA ou as decisões do STF que só para fechar o ciclo voltam ao Coaf, Receita, Polícia Federal, tudo ao mesmo tempo agora? E como não colocar na mesma panela o presidente Bolsonaro se suas atitudes, falas e até silêncios são eloquentes?

    4-Vai que cola…

    O possível presidente da Argentina Alberto Fernández tem um plano eleitoral infalível: um manifesto pró libertação do ex-presidente brasileiro, condenado e preso há 500 dias. Dentre os signatários a ex-presidente Cristina Kirchner, a líder das Avós da Praça de Maio, Estela de Carlotto, o ex-ministro da Fazenda, Axel Kiciloff, o ex-candidato à presidência Sergio Massa, sindicalistas, senadores, deputados e artistas. Antes das primárias, Fernández visitou o preso e deu certo. Ganhando poderia ajudar na fuga e conceder asilo político e a gente se livrava da “alma honesta”. Vai que cola… 

    5-Uma grande ideia

    Encerrar oficialmente uma pequena empresa sem atividade há mais de três anos com a baixa gratuita e automática do registro. Um projeto oriundo da Câmara passou hoje na CAE do Senado. É o PLC 198/2015 que diz: a microempresa, empresa de pequeno porte e empresário individual que não tenha requerido arquivamento ou não tenha feito atividade financeira, inclusive aplicação no mercado financeiro por pelo menos três anos, terá registro cancelado sem precisar pagar qualquer taxa. Taí, gostei da ideia.

    leoladeia@hotmail.com



    Escreva um comentário